Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

G8 afirma compromisso com crescimento e pede zona do euro ‘unida’

Os líderes dos países do G8 reunidos em Camp David (Maryland, leste dos Estados Unidos) pediram neste sábado uma zona do euro “forte e unida” que inclua a Grécia e se comprometeram a “estimular o crescimento” e a lutar contra os déficits.

“Nossa obrigação é estimular o crescimento e os empregos”, declararam os líderes dos oito países mais industrializados no comunicado final da cúpula, organizada cerca de cem quilômetros a noroeste da capital americana.

“A recuperação da economia mundial apresenta sinais promissores, mas fortes ventos contrários persistem”, previnem.

“Estamos determinados a adotar todas as medidas necessárias para reforçar e revigorar nossas economias”, acrescentaram os dirigentes do G8.

Mas os líderes reconhecem também que as medidas a serem adotadas “não são as mesmas” para todos, em um claro sinal de suas divergências em torno de uma estratégia para lutar contra a crise.

Os dirigentes dos países do G8 (Estados Unidos, Reino Unido, Canadá, Itália, França, Alemanha, Japão, Rússia) ressaltam também “a importância de uma zona do euro forte e unida”, manifestando o seu desejo de ver a Grécia “respeitar seus compromissos” e “permanecer na zona do euro”.