Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Explosões misteriosas atingem bases aéreas dentro da Rússia

Incidentes longe das linhas de frente da guerra levantam possibilidade de que Ucrânia tentou atingir bombardeiros para impedir ataques contra infraestrutura

Por Da Redação
5 dez 2022, 09h12

Nesta segunda-feira, 5, explosões foram registradas em dois aeródromos militares na Rússia, deixando vários mortos, de acordo com autoridades de Moscou. Os incidentes, em locais distantes das linhas de frente da guerra, levantaram especulações de que a Ucrânia tenha encontrado formas de atingir os bombardeiros do Kremlin, responsáveis pelos ataques contra sua infraestrutura energética.

Um caminhão-tanque explodiu nesta segunda em uma base aérea perto da cidade de Ryazan, a menos de 240 quilômetros de Moscou, informou a mídia estatal russa. O impacto matou três pessoas e feriu outras seis.

Mais duas pessoas ficaram feridas em uma explosão no aeródromo Engels, na região de Saratov. Acredita-se que os bombardeiros estratégicos de longo alcance da Rússia, do tipo Tu-95 – usados para ataques com mísseis de cruzeiro contra a Ucrânia – estejam nessa base aérea. A de Ryazan também também abriga bombardeiros de longo alcance Tu-95 e Tu-22M.

O governador regional de Saratov disse que as forças de segurança estavam verificando o que ele chamou de “relatos de um incidente em instalações militares”.

Ambas as áreas estão a centenas de quilômetros da fronteira ucraniana e ainda não se sabe o que causou as explosões. Mas as explosões misteriosas levantaram a possibilidade de que a Ucrânia tenha encontrado uma maneira de atingir os bombardeiros para impedir mais ataques contra a infraestrutura do país.

Continua após a publicidade

Baza, um meio de comunicação russo com fontes nos serviços de segurança, informou que o aeródromo russo em Engels foi atacado por uma “munição vagante” – que viaja por um tempo sobre uma área, procurando pelo alvo – que visava a pista da base aérea. Astra, outro meio de comunicação russo independente, afirmou que dois bombardeiros Tu-95 com capacidade nuclear foram danificados na explosão. Nenhum dos dois indicou uma fonte para suas informações.

O Kremlin disse que o presidente Vladimir Putin foi informado dos incidentes. As autoridades locais da região de Saratov disseram que os serviços de segurança estão investigando relatos da explosão na base aérea de Engels.

Relatórios de monitoramento ucranianos na semana passada sugeriram que a Rússia estava levando mísseis de cruzeiro à base aérea de Engels e transferindo aeronaves para a base aérea de Ryazan em preparação para outro ataque contra a Ucrânia.

A Ucrânia não é conhecida por ter qualquer munição que lhe permita atacar centenas de quilômetros além das linhas de frente do conflito, embora haja relatos de tais armas em desenvolvimento.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.