Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

EUA emitem primeiro passaporte para gênero não binário

Quem não se identificar com os gêneros masculino e feminino agora pode selecionar a opção X no passaporte

Por Ernesto Neves Atualizado em 27 out 2021, 15h29 - Publicado em 27 out 2021, 14h01

Os Estados Unidos emitiram nesta quarta-feira 27 o primeiro passaporte para uma pessoa não binária, ou seja, que não se identifica como sendo do sexo masculino ou feminino.

Agora, além das opções “masculino” e “feminino”, o documento traz o gênero X. Os Estados Unidos se juntam assim ao Canadá, Nova Zelândia, Austrália e Argentina, que também já possuem essa possibilidade em seus passaportes.

Segundo comunicado emitido pelo Departamento de Estado, a nova opção estará disponível a todos os americanos até 2022.

“Esperamos oferecer essa opção a todos os solicitantes de passaporte de rotina assim que concluirmos as atualizações de sistema e formulário exigidas até o início de 2022”, diz trecho do comunicado.

O documento diz ainda que o Departamento de Estado trabalha junto a outras agências governamentais “para garantir uma experiência de viagem o mais tranquila possível para todos os portadores de passaporte, independentemente de sua identidade de gênero”.

“Queremos reiterar, por ocasião da emissão deste passaporte, o compromisso do Departamento de Estado em promover a liberdade, dignidade e igualdade de todas as pessoas – incluindo pessoas LGBTQIA+”, conclui o documento.

Continua após a publicidade

Publicidade