Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Entenda como a Holanda escapou da ‘enchente do século’

Mesmo com danos materiais, o país não registrou nenhuma morte causada pelas fortes chuvas que afetaram diversas regiões da Europa

Por Da Redação Atualizado em 19 jul 2021, 22h38 - Publicado em 20 jul 2021, 07h55

Depois das chuvas catastróficas que atingiram parte da Europa na última semana, moradores da Bélgica e da Alemanha tentam, perplexos, entender como a enchente atingiu proporções tão elevadas em questão de horas.

Ao todo, 25 municípios alemães foram inundados, com graves consequências para a rede de transportes, comunicações, energia e abastecimento de água potável. Mas na Holanda, país que faz fronteira com áreas afetadas conseguiu sair-se melhor. O país não registrou nenhuma morte, apenas danos materiais.

Isso aconteceu porque as autoridades holandesas comunicaram a população mais rapidamente, impedindo maiores desastres. Na província holandesa de Limburg, por exemplo, milhares de pessoas evacuaram as casas por ordem do governo antes das torrentes chegarem

Outro fator positivo foi o histórico do país no combate a inundações e avanço da água dos rios e mares, já que o território holandês encontra-se majoritariamente abaixo do nível do mar.

A infraestrutura na gestão de água dos Países Baixos é uma das melhores do mundo. Existem, inclusive, órgãos específicos para administrar a questão. Eles são financiados por impostos independentes, destinados exclusivamente ao setor de contenção de águas.

Já a presença de dunas costeiras – reforçadas com cerca de 12 milhões de metros cúbicos de areia por ano – cria paredões gigantes que dão aos rios mais espaços para aumentar e diminuir seus níveis de água. Dessa forma, foi possível assumir o controle da vazão quando “enchente do século” chegou.

Arterra/Universal Images Group
Barreiras que impedem inundações na Holanda. Arterra/Universal Images Group/Getty Images
Continua após a publicidade
Publicidade