Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Em novo vídeo, EI ameaça inimigos com algo que os fará “esquecer 11/9 e atentados de Paris”

Falando em francês, jihadista loiro também cita Espanha e Portugal na gravação

Por Da Redação - 1 fev 2016, 14h14

O grupo terrorista Estado Islâmico (EI) publicou no final de semana um vídeo em que um jihadista loiro, falando em francês, lidera uma execução a tiros e faz ameaças contra “os infiéis”. O jihadista adverte que os inimigos do EI devem aguardar algo que os fará esquecer “o 11 de setembro, em Nova York, e os atentados de Paris” em novembro de 2015, que deixaram 130 mortos.

No vídeo de quase 8 minutos de duração, difundido por um braço mediático na província de Nínive (norte do Iraque) do grupo EI, cinco homens – entre eles o que se expressa em francês – executam com um tiro na cabeça prisioneiros com roupas de cor laranja, os quais apresentam como “espiões”. Antes de ser executados, os cinco homens dizem, em árabe, os motivos que levaram à sua captura.

Leia também:

Boko Haram queima crianças vivas na Nigéria

Publicidade

Ei provoca tripla explosão perto de santuário xiita na Síria e deixa 60 mortos

O terrorista também menciona Portugal e Espanha, afirmando que o EI prevê voltar a Al Andalus, nome dos territórios ibéricos sob domínio muçulmano entre os séculos VIII e XV da era atual, citando em particular as cidades de Toledo e Córdoba.

Antes de proceder às execuções, neste vídeo filmado em uma zona em ruínas, o carrasco francófono também destaca os ataques aéreos contra o grupo jihadista na Síria e no Iraque, os quais – afirma – se chocam contra o “escudo do califado”. O EI proclamou em junho de 2014 um “califado” em trechos de territórios que controla nestes dois países, onde impõe sua lei e exacerbou seus atos criminosos.

(Com AFP)

Publicidade