Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Ciclone com velocidade recorde atinge costa das Filipinas

Milhares de pessoas em regiões vulneráveis estão sendo realocadas após os serviços meteorológicos registrarem ventos de 315 quilômetros por hora

Por Da Redação 7 nov 2013, 20h46

Um tufão com velocidade de até 315 quilômetros por hora atingiu a costa leste das Filipinas na noite desta quinta-feira (manhã de sexta-feira, no horário local). Segundo os meteorologistas, o Haiyan é considerado o ciclone mais forte deste ano. A tempestade foi enquadrado na Categoria 5 (confira abaixo) por apresentar ventos superiores a 250 quilômetros por hora.

Leia também:

Explosão em vulcão deixa cinco mortos nas Filipinas

Um indício da força da tempestade é que dois terços das Filipinas foram tomados pelas nuvens provenientes do fenômeno. As autoridades atuaram durante o dia em uma operação para evacuar milhares de pessoas que se encontravam em regiões vulneráveis. Cerca de 3.800 filipinos foram movidos para localidades mais seguras. “Este é um perigo muito real, e nós podemos diminuir os efeitos se usarmos as informações disponíveis para nos prepararmos”, afirmou o presidente Benigno S. Aquino III. “Enfrentaremos uma calamidade nos próximos dias.”

A força dos ventos

Veja como se classificam os ciclones

  • Categoria Velocidade do vento (km/h)
  • Ciclone de categoria 5 ≥ 250
  • Ciclone de categoria 4 210-249
  • Ciclone de categoria 3 178-209
  • Ciclone de categoria 2 154-177
  • Ciclone de categoria 1 119-153
  • Tempestade tropical 63-117
  • Depressão tropical 0-62

O governo filipino possui três porta-aviões e 32 aviões e helicópteros da Aeronáutica prontos para serem utilizados em ações de resgate. Além dos fortes ventos, o país também vai sofrer com chuvas torrenciais nas áreas mais populosas. O diâmetro da tempestade poderá chegar a 800 quilômetros, o que levou trinta províncias a emitir alertas para enchentes e desabamentos de terra.

Continua após a publicidade

Saiba mais:

Entenda como se formam e se classificam os ciclones

Terremoto – Em outubro, um terremoto de 7,1 graus de magnitude atingiu as Filipinas. A catástrofe matou ao menos 222 pessoas e deixou pelo menos 1.000 feridos. Outros 350 000 filipinos ficaram desabrigados. Segundo as autoridades, os sobreviventes do terremoto também estarão seriamente ameaçados pelos ventos.

Outra preocupação é com os turistas que passam férias no famoso resort da ilha de Boracay. Alguns estrangeiros estão cancelando a estadia para deixar o país assim que possível. Ross Evans, um turista da Flórida, disse à CNN que há uma “urgência muito grande e pânico” entre as pessoas que estão esperando barcos para deixar a ilha ainda nesta quinta-feira. Evans declarou ainda que se sentia “horrível” por aqueles que poderão ficar presos no hotel quando os ventos atingirem as Filipinas.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês