Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cias. aéreas dos EUA farão reembolso de voos para países com o zika vírus

Duas das maiores companhias aéreas dos Estados Unidos anunciaram nesta quarta-feira que farão o reembolso a passageiros que desistiram de viajar para países da América Latina que estão sendo afetados pelo surto do zika vírus. A United Airlines afirmou que os viajantes que reservaram voos para as áreas afetadas pelo vírus podem remarcar a viagem ou receber o dinheiro de volta. A American Airlines disse que reembolsaria mulheres grávidas que planejavam viajar. Outras companhias também devem seguir essa tendência em breve.

O Centro de Prevenção de doenças dos EUA alertou mulheres grávidas a tomarem precauções contra as picadas de mosquitos em viagens para vários países da América Latina, inclusive o Brasil. Nesta terça, o Comitê Olímpico Britânico incluiu orientações para evitar picadas por mosquitos no treinamento dos atletas da delegação, além de disponibilizar informações sobre o zika vírus.

Leia também

Comitê Olímpico britânico inclui orientações sobre zika em treinamento de atletas

Declarações infelizes e crise do zika deixam situação de ministro da Saúde insustentável

Surto de zika deve se espalhar por toda América, diz OMS

O órgão também está consultando regularmente a London School of Tropical Medicine a respeito do problema. Laura Rodrigues, professora de epidemiologia de doenças infecciosas da London School of Hygiene and Tropical Medicine, recomendou para as britânicas grávidas evitarem ir às Olimpíadas no Rio de Janeiro devido ao alto risco de microcefalia relacionada ao zika vírus. Na semana passada, após 21 países registrarem casos de zika, a Organização Mundial da Saúde (OMS) decidiu assumir a coordenação do combate à doença.

(Da redação)