Clique e assine a partir de 9,90/mês

China proíbe piadas com (sobre)peso de Kim Jong-un na internet

Por pressão norte-coreana, a censura chinesa bloqueou termos como “Kim Gorducho II” ou “Kim, o Abudante III” das redes e sites de busca locais

Por Da redação - Atualizado em 22 nov 2016, 19h03 - Publicado em 22 nov 2016, 18h56

O governo chinês bloqueou as buscas por termos que façam referência ao ganho de peso do ditador norte-coreano Kim Jong-un na internet local. A censura impede que apelidos como “Kim Gorducho II” ou “Kim, o Abundante III” sejam pesquisados nas redes sociais e principais sites de buscas chineses.

O bloqueio das buscas foi uma resposta a um pedido formal feito pela Coreia do Norte a alguns países asiáticos para que seus cidadãos parem de se referir a seu líder como “gordo”. Embora a internet seja praticamente toda bloqueada para os norte-coreanos, desde que Kim Jong-un apresentou um notável ganho de peso nos últimos anos, piadas e memes sobre o assunto são comuns nas redes asiáticas.

A pesquisa que associa os termos “Kim Jong-un” e “gordo”, ou inclui apelidos ofensivos usados para se referir ao ditador, nos principais sites de busca chineses, como Baidu, ou na rede social Weibo não encontra nenhum resultado, segundo o Hong Kong Apple Daily.

“O governo chinês está empenhado em criar um clima saudável e civilizado de expressão de opiniões”, afirmou o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores chinês, Geng Shuang. “Não aprovamos referências a líderes de qualquer país com provocações ou alusões insultantes”, disse Geng em Pequim.

Publicidade