Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

China desmente vínculo com mísseis encontrados na Finlândia

A China afirmou nesta sexta-feira que não tem nenhuma ligação com a investigação aberta na Finlândia após a descoberta de 69 mísseis Patriot a bordo de um cargueiro que ia para Xangai.

“Eu não acredito que este navio que transportava mísseis tenha alguma relação com a China”, declarou Liu Weimin, porta-voz da chancelaria chinesa.

“Não sei por que alguém sempre acaba relacionando a China com certos assuntos”, acrescentou.

Em Berlim, um porta-voz do ministério alemão da Defesa afirmou que os mísseis Patriot eram provenientes do exército alemão.

Segundo ele, eram “destinados à Coreia do Sul”, e não à China, depois de uma “venda legal com base em um acordo entre os dois Estados”.

Os mísseis, fabricados pela empresa americana Raytheon, assim como alguns explosivos e outras cargas foram encontradas a bordo do “Thor Liberty” durante uma inspeção de rotina no porto de Kotka, a 120 km da cidade de Helsinki.

A alfândega finlandesa investiga o caso por suposta exportação ilegal de equipamentos militares.

A polícia finlandesa informou na quarta-feira que o “Thor Liberty” deveria ir para Xangai.