Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Candidatura de “Darth Vader” para a presidência da Ucrânia é rejeitada

Comissão eleitoral afirmou que documentos apresentados eram “questionáveis”; 23 candidatos vão concorrer

A Comissão Central Eleitoral da Ucrânia anunciou nesta sexta-feira que rejeitou o pedido de candidatura à Presidência do país de um homem que se apresentava como o vilão Darth Vader, personagem da saga cinematográfica Guerra nas Estrelas.

Nesta semana, a comissão havia anunciado ter recebido de 46 pedidos de candidaturas para a eleição, prevista para 25 de maio.

Neste grupo numeroso estava Darth Vader, que se apresentou com o traje completo do vilão e dizia concorrer pelo Partido da Internet da Ucrânia. Num congresso da sigla, ele declarou que sua plataforma de governo era a construção de um “império galáctico”. O candidato também posou nesta semana para fotos acompanhado de “cabos eleitorais” trajados com roupas que representavam outros personagens dos filmes.

Leia também:

Rússia poderia invadir a Ucrânia em até cinco dias, diz Otan

Sanções contra a Rússia podem respingar em Miley Cyrus

McDonald’s fecha restaurantes na península da Crimeia

Segundo a rede BBC, a Comissão Eleitoral da Ucrânia acabou concluindo que a papelada enviada pelo candidato era duvidosa, com indícios de fraude. Ainda de acordo com a BBC, “Darth” na realidade se chama Viktor Shevchenko e é um eletricista que mudou legalmente seu nome para Darth Vader em março.

Um membro da comissão, Ihor Zhydenko, afirmou que a candidatura parecia ser uma tentativa de desacreditar a eleição, que ocorre em meio à crise enfrentada pelo país, que teve recentemente uma de suas regiões, a Crimeia, anexada pela vizinha russa.

Zhydenko acusa justamente a Rússia de estar por trás da candidatura, que recebeu uma cobertura zombeteira por parte da imprensa do país vizinho. “Parece ser uma piada inocente, mas alguém pagou 2,5 milhões de grívnias (mais de 500 000 reais) por essa piada”, disse, fazendo referência ao valor que cada candidato tem que depositar ao apresentar sua intenção de disputar as eleições.

Após a peneira que eliminou Vader, restaram 23 candidatos na eleição ucraniana. Entre eles estão a ex-premiê ucraniana Yulia Tymoshenko e o empresário Petro Poroshenko, considerado o favorito.