Clique e assine a partir de 9,90/mês

Atentados a bomba atribuídos ao PKK matam oito na Turquia

Os dois ataques, praticamente simultâneos, atingiram o centro da cidade de Diyarbakir e Kiziltepe, na província de Mardin

Por Da redação - Atualizado em 10 ago 2016, 18h45 - Publicado em 10 ago 2016, 17h50

Pelo menos oito pessoas morreram em dois ataques a bomba no sudeste da Turquia nesta quarta-feira. Cinco pessoas – quatro civis e um policial – morreram em um ataque com carro-bomba no centro da cidade de Diyarbakir e outras três foram mortas em uma explosão em Kiziltepe, na província de Mardin. Os ataques foram praticamente simultâneos.

Ao menos 25 pessoas ficaram feridas no ataque em Mardin e outras doze em Diyarbakir. De acordo com a agência de notícias local Dogan, ambos os ataques foram planejados para atingir veículos da polícia que passavam no momento das explosões.

LEIA TAMBÉM:
Novo atentado na Turquia deixa pelo menos 3 mortos e 30 feridos
Atentado em Istambul deixa ao menos 11 mortos e 36 feridos

Segundo os veículos de imprensa turcos, os ataques foram realizados pelo Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK). Nos últimos meses, o grupo terrorista curdo usou com frequência a tática de lançar carros-bomba contra caminhonetes da polícia que transportam os agentes que iniciam ou terminaram seu turno de trabalho.

Centenas de membros das forças de segurança turcas morreram em ataques do PKK desde o fim da trégua de dois anos entre o grupo e o governo turco, em julho de 2015. Desde o início do conflito entre os rebeldes curdos e o Estado turco, em 1984, mais de 40.000 pessoas já morreram.

Publicidade