Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Ataque com drone mata líder do Talibã no Paquistão

Hakimullah Mehsud estava na lista de terroristas mais procurados pelo FBI, com recompensa de US$ 5 milhões

Por Da Redação
1 nov 2013, 14h18

Um ataque de drones, aviões não tripulados, atingiu o veículo usado por Hakimullah Mehsud, um importante líder talibã, informam nesta sexta-feira fontes da inteligência ouvidas pela rede BBC. Quatro mísseis foram disparados contra o veículo na área de Dande Darpa Khel, localizada na região tribal do Waziristão do Norte, na fronteira do Paquistão com o Afeganistão.

Além de Mehsud, outras quatro pessoas morreram, dois guarda-costas do líder talibã e duas pessoas não identificadas. No site do FBI (a polícia federal dos EUA), havia um prêmio de 5 milhões de dólares por informações que levassem à captura de Mehsud, acusado de ser responsável por atentados contra bases americanas no Afeganistão.

Leia também:

EUA capturam número dois do Talibã no Paquistão

Continua após a publicidade

EUA descobrem plano de colaboração entre Afeganistão e Talibã

Plano descoberto – Recentemente, os serviços de inteligência dos Estados Unidos desmantelaram um plano de colaboração mútua entre o governo do Afeganistão e os terroristas do Talibã paquistanês que teria como objetivo enfraquecer o Exército do Paquistão na luta contra os insurgentes.

Segundo o jornal The New York Times, as conversas entre as duas partes encontravam-se em estágios preliminares e seriam movidas pelo desejo dos afegãos de orquestrar uma vingança contra os vizinhos. A principal intenção seria causar danos ao governo paquistanês, que, segundo fontes oficiais afegãs, teria apoiado a insurgência de radicais islâmicos contra o presidente Hamid Karzai.

Continua após a publicidade

Número dois – No início de novembro, os EUA anunciaram a captura de Latif Mehsud, número dois do Talibã do Paquistão, em uma operação militar. Segundo a porta-voz do Departamento de Estado americano, Marie Harf, o grupo foi responsável por uma tentativa de explodir uma bomba na Times Square, em 2010, e também atacou diplomatas americanos no Paquistão e realizou atentados que “mataram inúmeros civis paquistaneses”.

Latif Mehsud era considerado o homem de confiança do comandante do grupo Tahreek-e-Taliban, Hakimullah Mehsud. O grupo terrorista tenta derrubar o governo paquistanês, aliado de Washington.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.