Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Alto comandante da Otan sobrevive a atentado no Afeganistão

A ação terrorista, reivindicada pelos talibãs, deixou sete mortos

O chefe da força da Otan no norte do Afeganistão, o general Markus Kneip, sobreviveu neste sábado a um atentado contra o gabinete do governador da província de Tajar, no Afeganistão. A ação terrorista, reivindicada pelos talibãs, deixou sete mortos, incluindo três soldados alemães da Força Internacional de Assitência à Segurança (ISAF, na sigla em inglês). O ataque foi reinvindicado pelos talibãs.

O atentado suicida ocorreu no interior do edifício oficial durante de uma reunião entre altos funcionários de segurança afegãos com o general alemão Kneip. “Entre as vítimas estão o general Mouhammed, chefe da polícia no norte do Afeganistão e ex-vice-ministro do Interior encarregado pela luta contra as drogas”, disse Faiz Mohammed Tawhidi, porta-voz do governo local.

Até o fim de 2001, o general Daud fez parte do comando da Aliança do Norte, uma coalizão antitalibã, e estreito aliado de Ahmad Shah Masud, figura da resistência antisoviética e da luta contra os talibãs.

Segundo o porta-voz do Ministério do Interior, Zemarai Bashary, doze pessoas ficaram feridas no ataque, entre elas o governador da província de Tajar, Abdul Jabar Taqwa.

O comandante das forças da Otan para a Região Norte, o general alemão Markus Kneip, estava no edifício no momento do atentado e sobreviveu.

Em outro incidente, dois militares britânicos morreram na sexta-feira na explosão de uma bomba caseira no Afeganistão, informou neste sábado o ministério da Defesa em Londres. Com estes, já são 368 os soldados britânicos mortos no país desde a invasão de 2001.

(Com Agência France-Presse)