Clique e assine a partir de 9,90/mês

A reviravolta na política sul-coreana

Um escândalo de corrupção e tráfico de influências caiu como uma bomba na popularidade da presidente Park Geun-Hye

Por Da redação - Atualizado em 1 Nov 2016, 18h22 - Publicado em 1 Nov 2016, 18h09

No último sábado, a presidente da Coreia do Sul, Park Geun-Hye, demitiu toda a sua equipe de assistentes pessoais. Sua ação é resultado do escândalo de corrupção e tráfico de influência em que está envolvida. No mesmo dia, milhares de sul-coreanos saíram às ruas em Seul para protestar e pedir a renúncia de Park.

A indignação da população foi despertada no início de setembro, quando a imprensa local começou a publicar uma série de acusações contra a primeira presidente mulher do país. Logo, as denúncias passaram a ser sustentadas por provas e atualmente o caso está sendo investigado oficialmente pela justiça da Coreia do Sul.

Publicidade