Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Vasco tenta seguir na Sul-americana contra o imprevisível Aurora

Por Da Redação 26 out 2011, 06h25

Embalado pela vitória de 2 a 0 sobre o Bahia, que lhe deu a liderança do Campeonato Brasileiro, o Vasco tenta mostrar sua força também na Copa Sul-americana nesta quarta-feira, às 19h10 (de Brasília), quando recebe o Aurora, da Bolívia, em São Januário, pelo confronto de volta das oitavas de final. Na ida os brasileiros perderam por 3 a 1 e agora precisam fazer 2 a 0 para seguirem na disputa, pois os tentos anotados como visitante valem para critério de desempate. Caso devolva os 3 a 1, o time carioca forçará a disputa de pênaltis.

O ganhador deste duelo enfrentará nas quartas de final o Universitário, do Peru, que eliminou o Godoy Cruz, da Argentina. Por isso, Cristóvão Borges, técnico do Vasco, pediu aos seus jogadores que encarem a partida desta quarta-feira com o máximo de seriedade, mesmo com o grupo focado na luta pelo título do Brasileiro.

‘O Vasco sabe que tem condições de brigar pelo título brasileiro. Estamos na liderança e todos estão muito satisfeitos. Mas agora é o momento de mudar o foco e pensar no Aurora, pois este não será um jogo fácil. Vejo algumas pessoas dizendo que o Vasco vai atropelar e essa não é a leitura que faço do confronto. O Aurora tem qualidade e não nos ganhou na ida apenas por causa da altitude’, disse o treinador.

O comandante vascaíno também espera que os torcedores não deixem de incentivar a equipe apenas por ser um jogo da Copa Sul-americana. ‘Nós vamos precisar mais ainda do apoio dos torcedores, pois não podemos deixar o Aurora jogar sem pressão. Temos que usar todas as armas possíveis e a nossa torcida é a principal delas.’

O time do Vasco para este jogo é um mistério. Parece quase certo que o lateral direito Fágner e o meia Diego Souza, suspensos da rodada seguinte, diante do São Paulo, vão ser relacionados. Mas só o primeiro deve começar atuando. Dos considerados titulares entram em campo o goleiro Fernando Prass, o zagueiro Renato Silva, que cumpriu suspensão contra o Bahia, o meia Allan e o atacante Elton, que não atuou contra os baianos por estar lesionado.

Pelo lado do Aurora, o técnico Julio César Baldivieso promete que sua equipe vai adotar uma postura muito mais ofensiva do que se espera dela e, por isso, acredita que pode surpreender os vascaínos.

‘Nós sabemos que não podemos ficar o tempo todo no setor defensivo, senão vamos facilitar bastante e vida do nosso adversário. Precisamos nos impor mesmo como visitantes e buscar fazer o resultado que nos interessa. Temos que ser ofensivos e atacar o Vasco, pois com certeza nosso rival acredita que vai encarar um visitante na defesa’, declarou Baldivieso.

Em relação à escalação, o Aurora terá a base do jogo de ida. O desfalque será o atacante Aquilino Villalba, expulso no confronto de ida, que fica de fora e dará seu lugar para Vladimir Castellón.

No fim de semana, o Aurora venceu o Nacional Potosí e se manteve, com 15 pontos, na liderança do Grupo B do Torneio Apertura, da Bolívia.

FICHA TÉCNICA

Continua após a publicidade

VASCO X AURORA-BOL

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 26 de outubro de 2011, quarta-feira

Horário: 19h10 (de Brasília)

Árbitro: Julio Quintana (Paraguai)

Assistentes: Rodney Aquino (Paraguai) e Dario Gaona (Paraguai)

VASCO: Fernando Prass; Fágner, Renato Silva, Douglas e Julinho; Nilton, Fellipe Bastos, Allan e Bernardo; Elton e Alecsandro

Técnico: Cristóvão Borges

AURORA: Lanz; Segovia, Peña, Zenteno e Barba; Galindo, Huayhuata, Edson Zenteno e Sanjurjo; Villalba e Reinoso

Técnico: Julio César Baldivieso

Continua após a publicidade
Publicidade