Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Último teste para São Silvestre, Gonzaguinha será realizada no domingo

Por Da Redação 9 dez 2011, 16h45

Com a presença de africanos e da campeã pan-americana de maratona Adriana Aparecida da Silva, a 45edição da 15 km Sargento Gonzaguinha será a última seletiva antes da São Silvestre 2011. A tradicional prova de rua reunirá quatro mil corredores neste domingo, e terá largada às 8h (de Brasília) na Escola de Educação Física da Polícia Militar, na avenida Cruzeiro do Sul, em São Paulo.

O percurso passará por importantes vias da Zona Norte como Marginal Tietê e Olavo Fontoura (Avenida do Sambódromo do Anhembi e do Aeroporto Campo de Marte).

A Gonzaguinha tem a mesma distância da São Silvestre e os dez primeiros colocados em cada categoria garantem vaga no pelotão de elite do dia 31 de dezembro.

O Brasil leva vantagem sobre os africanos que não são campeões desde 2007. E, para quebrar a escrita, quatro atletas do Quênia (Jacklyne Chemwek e Sammy Kibet Rotich) e da Tanzânia (Juma Saliku e Fabiano Naasi) participarão da seletiva.

Visando prolongar a hegemonia, os brasileiros serão liderados pela campeã pan-americana da maratona, Adriana Aparecida da Silva. ‘Estou motivada e tentarei a vitória na Gonzaguinha’, relata a medalhista de ouro em Guadalajara.

Além de Adriana da Silva, a elite feminina promete rivalizar com as africanas com outros nomes de ponta como Sirlene Pinho, que busca seu segundo título. A corredora subiu no lugar mais alto do pódio em 2006. A atleta, que na edição passada ficou na terceira posição, fala sobre a importância da prova na preparação para a Corrida Internacional de São Silvestre.

‘Entrei no trabalho de base e força. Estamos no final do ano e já preciso focar minha preparação para a temporada seguinte. Quero fazer duas grandes provas para finalizar o ano da melhor maneira possível’, adianta Sirlene Pinho.

Outra atleta que tem tudo para brilhar nos 15 quilômetros é Beatriz Nascimento, que venceu em 2010 ao lado de Marílson Gomes no masculino.

Entre os homens, o queniano Sammy Kibet Rotich e o tanzaniano Fabiano Naasi são apontados como os favoritos contra a elite brasileira, liderada por Gladson Alberto Silva Barboza e Clodoaldo Gomes da Silva. Vice-campeão em 2010, o atleta policial-militar Israel dos Anjos quer fazer história e vencer nas ruas de São Paulo.

Continua após a publicidade

Publicidade