Clique e assine a partir de 9,90/mês

Sutil é condenado na Alemanha e passará 1 ano e meio em liberdade condicional

Por Da Redação - 31 jan 2012, 09h01

Berlim, 31 jan (EFE).- Após dois dias de julgamento em Munique, o piloto alemão de Fórmula 1, Adrian Sutil, foi condenado a um ano e seis meses de prisão por ter agredido um dos dirigentes da equipe Lotus, Eric Lux, mas responderá em liberdade condicional.

A juíza Christiane Thiemann, que considerou Sutil culpado por ferir Lux no pescoço com um copo de champanhe no dia 17 de abril do ano passado, também decidiu que o piloto terá que pagar uma multa de 200 mil euros (cerca de R$ 460 mil), que serão destinados à caridade.

A Promotoria tinha solicitado uma pena de um ano e nove meses de prisão para Sutil, que no começo do julgamento expressou seu arrependimento e garantiu que não tinha sido sua intenção ferir o diretor francês.

O alemão perdeu sua vaga como piloto da escuderia Force India ao término da temporada passada e permanece sem contrato. EFE

Publicidade