Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Scheidt e Prada têm regatas canceladas em Weymouth

Por Da Redação 7 jun 2012, 16h50

Por AE

Weymouth – Depois de se manterem na última quarta-feira na vice-liderança do Skandia Sail for Gold Regatta, competição da classe Star que está sendo realizada na cidade inglesa de Weymouth, na mesma raia que será utilizada na Olimpíada de Londres, os velejadores brasileiros Robert Scheidt e Bruno Prada lamentaram o cancelamento das regatas da classe Star que estavam previstas para acontecer nesta quinta.

Os ventos fortes, provocados pela frente fria que passou por Weymouth, obrigaram os organizadores a transferir as raias das classes olímpicas para um local mais próximo da terra. Porém, apenas uma classe conseguiu velejar e a Star, na qual os brasileiros competem, não teve como realizar a sua regata por causa das condições extremas de ventos, que chegaram perto de 40 nós (cerca de 74 km/h).

Seriam duas regatas da classe Star nesta quinta e, com o cancelamento de ambas, Scheidt e Prata se mantiveram na vice-liderança da competição, apenas um ponto atrás da parceria inglesa formada por Iain Percy e Andrew Simpson.

“Tomara que o tempo permita que tenhamos regatas nesta sexta. Seis regatas é pouco para ir direto para a medal race. Para nós, quanto mais regatas, melhor, assim podemos treinar mais na raia olímpica”, afirmou Scheidt, ao lamentar o cancelamento.

“É chato esperar, mas faz parte da velejada. O importante é conseguir regular bem o barco para a condição de vento e onda”, completou Prada.

Para esta sexta-feira a previsão do tempo indica ventos ainda mais fortes, mas três regatas estão programadas para o dia, fato que poderá possibilitar a disputa da Star. Já no sábado ocorrerá a medal race, que conta com a participação apenas dos dez primeiros colocados e têm pontuação dobrada.

Continua após a publicidade
Publicidade