Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ronaldo anuncia aposentadoria e revela ter hipotireoidismo

Aos 34 anos, jogador encerra uma das brilhantes carreiras do futebol. Ele agradeceu aos torcedores e revelou: problemas físicos o levaram a parar

“Não me arrependo de nada que fiz, honrei sempre tudo que fiz e foi tudo muito maravilhoso. Vou sentir muita saudade. Não sei como vai ser daqui para a frente. Por enquanto não penso em jogo de despedida, mas em junho ou julho vou tentar reunir jogadores que estiveram comigo e fazer uma festa de despedida”

Ronaldo, após anunciar a aposentadoria

O maior artilheiro das Copas do Mundo despediu-se oficialmente dos gramados nesta segunda-feira. Ronaldo anunciou sua aposentadoria em uma entrevista coletiva no Centro de Treinamento do Corinthians, na zona leste de São Paulo. O agora ex-jogador agradeceu o apoio da torcida brasileira e homenageou os clubes que defendeu. Ronaldo aproveitou ainda para justificar sua dificuldade em emagrecer: segundo ele, há quatro anos descobriu que sofre de hipotireoidismo, distúrbio que desacelera o metabolismo. Ele afirmou que os remédios necessários para combater a doença são proibidos no futebol – e por isso preferiu não seguir um tratamento.

“Muitos aqui estão arrependidos das chacotas que fizeram em ralação ao meu peso. Não guardo magoa de ninguém”, afirmou o craque. Visivelmente emocionado – chegou a chorar em diversos momentos -, Ronaldo começou seu anúncio dizendo que não conseguiria seguir o protocolo: “Fiz uma cola tremenda e não vou conseguir falar nada.”

Twitter: Personalidades usam microblog para comentar aposentadoria

Respirando fundo, ele demorou a começar o seu pronunciamento. “Boa tarde a todos. Como vocês devem imaginar, como ouviram falar no final de semana, eu estou aqui hoje para falar que estou encerrando a minha carreira como jogador profissional e dizer que essa carreira foi linda, foi maravilhosa, emocionante. Tive muitas derrotas, infinitas vitórias, fiz muitos amigos, não lembro de ter feito nenhum inimigo e, enfim, estou antecipando o fim da minha carreira por alguns motivos importantes”, disse Ronaldo, confirmando a sua aposentadoria.

Em seguida, Ronaldo enumerou os motivos para a sua decisão. “Todos sabem aqui do meu histórico de lesões. Tenho tido nos últimos dois anos uma sequência muito grande de lesões, que vão de um lado para o outro, de uma perna para outra, de um músculo pra outro e essas dores me fizeram antecipar o fim da minha carreira. Há quatro anos, no Milan, eu descobri que sofria de um distúrbio que se chama hipotireoidismo, um distúrbio que desacelera o metabolismo, e que para eu controlar esse distúrbio teria que tomar uns hormônios que não são permitidos no futebol, que seria um doping. Só quero explicar isso no último dia da minha carreira”, reforçou o Fenômeno, lembrando que a sua condição física não permitia a ele jogar futebol de forma competitiva como no passado que o consagrou.

Biografia: Confira alguns números que fizeram a história do craque brasileiro

“Não me arrependo de nada que fiz, honrei sempre tudo que fiz e foi tudo muito maravilhoso. Vou sentir muita saudade. Não sei como vai ser daqui para a frente. Aquela sensação de jogar, de protagonismo. Mas enfim. Deu a hora e é hora de olhar para frente. Por enquanto não penso em jogo de despedida, mas em junho ou julho vou tentar reunir jogadores que estiveram comigo e fazer uma festa de despedida”, disse o craque.

Depois de agradecer a todos que fizeram parte de sua carreira, Ronaldo chorou a falar do Corinthians. Disse que continuará ligado ao clube e pediu desculpas pela eliminação na Libertadores da América. Ele falou ainda sobre a cobrança da torcida corintiana. “Essa cobrança de resultados também faz essa torcida um pouco agressiva, um pouco fora de controle. Em outras entrevistas eu falei que não imaginava realmente ter vivido sem o Corinthians. Quero agredecer ao presidente e pedir desculpa publicamente por ter fracassado publicamente no projeto Libertadores. Dizer que você é meu irmão, dizer que a história aqui foi linda, maravilhosa, que continuarei ligado e vinculado ao clube da maneira que você quiser”.

Repercussão: Jornais e sites do mundo todo rendem homenagens ao craque

Acompanhado do seus dois filhos, Ronald e Alex, Ronaldo chegou mais cedo para se despedir dos seus ex-companheiros de Corinthians. “Agradeci por cada minuto que passei ao lado deles.” O ex-camisa número 9 disse que agora irá se dedicar a sua agência de marketing esportivo, a 9ine, e em breve irá anunciar a fundação Criando Fenômenos. Leia na coluna de Ricardo Setti: Três vezes o melhor jogador de futebol do mundo, o maior artilheiro da história das Copas, um dos maiores jogadores da história do futebol, sucesso e sensação em todos os times por que passou – um homem que morreu e ressuscitou para o futebol mais vezes do que qualquer outro, Ronaldo Fenômeno parou.