Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ronaldinho prega calma antes de dar o próximo passo em sua carreira

A rescisão contratual de Ronaldinho Gaúcho com o Flamengo já serviu para que as primeiras especulações sobre o seu futuro surgissem nesta quinta-feira. Sem pressa para retornar aos gramados, o meia destacou que adotará uma postura cautelosa para decidir por qual clube atuar no restante do ano e pediu tempo para analisar o que será melhor para sua carreira após o conturbado período no Rio de Janeiro.

Antes de ser contratado pelo Rubro-Negro, Ronaldinho recebeu propostas de Grêmio e Palmeiras para disputar os campeonatos de 2010. O jogador chegou a ser dado como certo no time gaúcho e gerou intensa mobilização em frente ao Olímpico. No entanto, o acerto com o Tricolor não veio e a ira dos torcedores do clube que o revelou para o futebol passou a acompanhar o atleta depois do episódio.

Além disso, a forma como o seu irmão e empresário, Roberto Assis, tratou as negociações com Grêmio e Palmeiras deve deixar os times brasileiros com um pé atrás antes de uma possível conversa com o meia. O agente chegou a ser acusado de fazer um leilão com o passe de Ronaldinho e enganar os dirigentes das equipes ao longo da tumultuada transferência para a Gávea.

‘Agora é pensar no próximo passo. Eu precisava tomar uma atitude neste momento e ela foi tomada. Eu preciso ter tranquilidade e analisar tudo o que vier para saber como vai ser de agora em diante’, declarou Ronaldinho, em entrevista concedida ao canal ‘SporTv’.

Mesmo sem definir qual será o seu destino no futebol, o meia já deixou claro que não se aposentará neste momento. Atualmente, o jogador está com 32 anos e projetou um longo período em atividade antes de pendurar as chuteiras. ‘Acho que eu ainda estou longe de encerrar minha carreira. Eu me vejo jogando bola ainda por um bom tempo e vou ter calma para analisar as próximas propostas.’

Apesar de ser criticado por grande parte da torcida flamenguista e ter a sua saída do clube comemorada nas redes sociais, Ronaldinho aproveitou para dizer que não levará nenhuma mágoa dos torcedores cariocas. O armador destacou o tratamento exemplar que recebeu durante toda a sua estadia no Rio de Janeiro e agradeceu mais uma vez a todos que apoiaram a sua permanência no Rubro-Negro durante os quase 17 meses de Flamengo.

‘Eu queria agradecer ao torcedor do Flamengo que nunca faltou com respeito comigo e sempre me tratou da melhor forma possível em todos os lugares que eu fui no Rio de Janeiro. Foi um perigo curto, mas feliz. Prefiro ficar somente com as coisas boas que o Flamengo me deu’, encerrou o jogador, que conquistou apenas o título do Carioca de 2010 pelo clube.