Clique e assine com até 92% de desconto

Oswaldo minimiza empate do Botafogo e fica esperançoso com jovens

Por Da Redação 15 abr 2012, 20h16

Oswaldo de Oliveira saiu satisfeito de São Januário. Apesar de o Botafogo ter empatado por 1 a 1 com o Boavista, o treinador gostou da atuação da equipe, especialmente dos mais jovens: o lateral esquerdo Renan Lemos, os volantes Jadson e Gabriel e o zagueiro Brinner.

‘Gostei muito da atuação deles. O Brinner vinha treinando bem e correspondeu. O Renan Lemos foi sóbrio, cobriu os espaços, além de fazer a evolução pelo lado. Jadson esteve muito dinâmico, é uma boa esperança. Até o Gabriel entrou com personalidade, subindo no apoio e finalizando bem’, analisou Oswaldo de Oliveira.

Com o empate diante do Boavista e a vitória do Flamengo sobre o Americano, o Botafogo terminou como o segundo do Grupo A. Desta forma, ele pegará o Bangu na semifinal da Taça Rio. Caso tivesse terminado como líder da chave, o adversário seria o Vasco. Até por isso, o empate é minimizado pelo treinador.

‘Foi tudo positivo para nós. Precisávamos poupar alguns jogadores e fizemos isso. E mantivemos a invencibilidade. Estamos classificados à semifinal do Carioca. Acho que o time aproveitou bem, teve chances e poderia ter vencido. Como disse, para nós, o objetivo foi plenamente alcançado’, celebrou.

Continua após a publicidade
Publicidade