Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Náutico só empata com São Caetano e ainda não confirma acesso

Por Da Redação 12 nov 2011, 17h24

A torcida do Náutico já comemora desde o início da semana, mas o time ainda não está garantido na Série A em 2012. O Timbu poderia ter confirmado o acesso neste sábado, mas apenas empatou em 0 a 0 com o São Caetano, no Anacleto Campanella, e agora está a um ponto de se classificar para a elite do futebol nacional.

Com o resultado diante dos paulistas, os alvirrubros foram para 63 pontos e ainda podem ser ultrapassados pelo Vitória, que soma 57, nas duas rodadas que faltam – os baianos teriam maior número de vitórias. O Náutico espera conquistar o ponto que falta na penúltima rodada, quando enfrenta o Boa Esporte, em Varginha.

O São Caetano, por sua vez, não teve o que comemorar com o empate. O time completou três jogos sem vencer e ainda vive o perigo do rebaixamento. O próximo adversário do Azulão será o Vitória.

O jogo – Querendo provar que as duas últimas derrotas já fazem parte do passado, o São Caetano começou a partida pressionando o Náutico em seu campo de defesa. As principais investidas dos anfitriões vinham dos pés de Artur e Geovane. Antônio Flávio também deu trabalho para o goleiro Gideão.

O arqueiro do Timbu mostrou-se seguro em todas as vezes que foi acionado no início da primeira etapa. Ele conseguiu interceptar cruzamento e, depois, chute de Artur, e arremate fraco de Geovane. Quando não pôde defender, contou com a sorte ao ver cabeçada de Domingos sair à direita de sua trave, e quando Marlon apareceu para impedir finalização de Antônio Flávio.

Continua após a publicidade

Aos 27 minutos, o domínio do Azulão foi minimizado, já que a equipe perdeu Artur expulso, após cometer falta na intermediária e receber o segundo cartão amarelo. A partir de então, o Náutico finalmente conseguiu criar jogadas de perigo, mas o São Caetano, mesmo com dez em campo, manteve o ritmo de jogo.

Explorando bastante o lado esquerdo com Eduardo Ramos e Aírton, os alvirrubros assustaram em cobrança de falta pelo setor. Diego Bispo acabeceou e acertou o travessão, na sequência da jogada a bola saiu pela linha de fundo. Pouco antes do intervalo, o Azulão quase abriu o placar, quando, em jogada ensaiada, Geovani recebeu falta cobrada por Bruno Recife, cruzou para Domingos que testou firme na trave esquerda de Gideão.

Para a etapa final, ambos os times voltaram com a mesma formação e mesma disposição. A partida seguiu movimentada nos minutos iniciais. A primeira chance foi do Náutico, mas Kieza não soube aproveitar cruzamento rasteiro. Pouco depois, Diego Bispo tentou afastar e mandou de cabeça contra o próprio gol. Por sorte, Gideão estava atendo e conseguiu fazer a defesa.

O São Caetano seguiu dando trabalho à defesa alvirrubra. O time paulista encaixou uma forte marcação que impedia o Náutico de passar do meio-campo, e ainda criava dificuldades quando atacava, principalmente em jogadas aéreas.

Já pelo fim, o Timbu finalmente mostrou que estava com um homem a mais e, aproveitando-se do cansaço do adversário, conseguiu ir ao ataque, mas, assim como o rival, o goleiro Luiz mostrou eficiência e garantiu o 0 a 0 no Anacleto Campanella.

Continua após a publicidade
Publicidade