Clique e assine a partir de 9,90/mês

Mano sente ‘clima de Copa’ e promete seleção forte em 2014

Por Da Redação - 31 jul 2011, 10h05

Responsável por conduzir a seleção para a Copa do Mundo, Mano Menezes acompanhou atentamente o sorteio das Eliminatórias, apesar de o Brasil não participar do torneio. Ele evitou se aprofundar em opiniões sobre os grupos e explicou exatamente a que veio, além de prometer uma equipe forte em 2014.

Ronaldo sorteia Espanha x França

Blanc: Fenômeno teve mão pesada

Mano vê grupo da Itália mais equilibrado

Dilma faz Pelé roubar a cena

Continua após a publicidade

‘Não acompanhei com o objetivo de fazer análise técnica. Isso cabe aos envolvidos. Eu vim para acompanhar porque o evento é o pontapé inicial da Copa de 2014. Senti esse clima de Copa pela primeira vez, porque é realmente o ponto de partida e achei importante’, afirmou.

O sorteio dos grupos das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2014 foi realizado na tarde deste sábado, na Marina da Glória. A chave mais comentada após o evento é a que reúne Espanha, França (duas seleções com títulos mundiais), Bielo-Rússia, Geórgia e Finlândia.

‘Mesmo aqueles que caíram em grupos com adversários mais duros provavelmente vão ter boas chances, porque terão duas vagas, como é o caso de França e Espanha. Só desejo a eles boa sorte, que sigam o seu caminho e nós estaremos esperando em 2014 com um Brasil muito forte’, assegurou Mano.

Empossado após a queda de Dunga nas quartas de final da Copa do Mundo da África do Sul-2010, o ex-técnico do Corinthians ainda busca sua primeira vitória diante de rivais de alto nível, já que perdeu de França e Argentina e empatou com a Holanda em amistosos.

Na Copa América da Argentina, sua primeira competição oficial no comando da seleção brasileira, Mano Menezes foi derrotado nos pênaltis pelo Paraguai, nas quartas de final. O próximo compromisso do time nacional é um amistoso diante da Alemanha, em Stuttgart, no dia 10 de agosto.

Continua após a publicidade
Publicidade