Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

F1: Lewis Hamilton supera títulos do ídolo Ayrton Senna

Britânico também se igualou a Sebastian Vettel e Alain Prost com título de 2017

Por Andressa Oliveira Atualizado em 4 jun 2024, 20h43 - Publicado em 29 out 2017, 18h45

O título conquistado neste domingo, no Grande Prêmio do México, é o quarto de Lewis Hamilton, de 32 anos, que se agora se iguala ao alemão Sebastian Vettel e ao francês Alain Prost – o alemão Michael Schumacher é o maior vencedor de todos, sete títulos, e o argentino Juan Manuel Fangio, tem cinco. Fã de Ayrton Senna, com o quarto título o britânico também ultrapassou a marca do seu ídolo, tricampeão em 1988, 1990 e 1991.

“Não me sinto melhor que Ayrton porque tenho mais vitórias, títulos e poles. Mas me sinto muito orgulhoso por meu nome ser mencionado junto ao dele. A vida dele foi curta, e acho que se tivesse tido a oportunidade de correr em condições seguras venceria mais títulos”, disse Hamilton, ao britânico Telegraph

Na temporada, o britânico quebrou o recorde de maior número de pole positions da história da categoria. Durante o GP da Bélgica, ele igualou as 68 poles de Schumacher, e na corrida seguinte, na Itália, largou em primeiro pela 69ª vez.

Confusão e o primeiro título

Na McLaren, Hamilton venceu seu primeiro título em meio a uma conturbada corrida no GP do Brasil de 2008. Caso Felipe Massa, segundo colocado, vencesse a prova, ele precisaria terminá-la em quinto lugar. Nas últimas voltas, perdeu a posição para Timo Glock. Minutos separavam a torcida brasileira de comemorar um campeão desde Ayrton Senna, até que o alemão foi ultrapassado pelo britânico na última curva, suficiente para encerrar a animação e transformá-lo no vencedor mais jovem da categoria (feito superado por Vettel em 2010).

Continua após a publicidade

O britânico seria campeão novamente em 2014, já na Mercedes. Depois de uma temporada incontestável com onze vitórias e uma batalha com o companheiro de equipe Nico Rosberg, Hamilton confirmou o bicampeonato em Abu Dhabi, na última corrida da temporada.

Em 2015 a disputa com Rosberg se manteve. Porém, com três corridas de antecedência, no Grande Prêmio dos Estados Unidos, o britânico venceu seu terceiro título da categoria e enfim, se igualou a Senna. Após atingir a marca, a família do brasileiro presentou Hamilton com um troféu que representava o ídolo.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.