Clique e assine com até 92% de desconto

Kléber espera por vaias no reencontro com o Palmeiras

Por Da Redação 20 jun 2012, 21h50

Por AE

Atibaia – O atacante Kléber não quis saber de polêmicas na véspera do seu reencontro com a torcida do Palmeiras. Ciente de que o torcedor alviverde não digeriu muito bem a sua conturbada saída do clube, no ano passado, ele já espera por vaias na Arena Barueri.

“Sei que vou ser vaiado mais do que o restante do Grêmio. Comigo será bem maior a revolta. Mas isso não importa, não esperava ser aplaudido. Estamos numa batalha”, afirmou o atacante, nesta quarta-feira, véspera do jogo da volta válido pela semifinal da Copa do Brasil.

Cauteloso, Kléber também não quis atacar Felipão, responsável direto por sua saída do Palmeiras. Ele, inclusive, afirmou que aceitaria voltar a trabalhar com o treinador. “Não tenho problema com ninguém. Respeito o Palmeiras, tenho amigos lá. Trabalhar com o Felipão? Só se ele viesse para o Grêmio. Daqui não saio mais. Gosto de ficar onde sou bem tratado”.

O zagueiro Werley e o meia Souza, que tinham a escalação em dúvida por causa de contusões, treinaram nesta quarta e devem ser escalados. Com isso, o time gaúcho deve dispensar o esquema com três atacantes e voltar ao 4-4-2. “A gente não tem nada a perder. Vamos tentar nos impor, é claro, mas é preciso saber a hora”, disse Kléber.

Continua após a publicidade
Publicidade