Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Givanildo enaltece grupo do Coelho e já pensa no clássico com Galo

Por Da Redação 1 mar 2012, 09h55

O técnico Givanildo Oliveira ficou satisfeito pela vitória de virada do América-MG por 2 a 1, em cima do Villa Nova, nesta quarta-feira, mas afirmou que não gostou tanto da atuação da equipe, principalmente no primeiro tempo. O treinador, porém, destacou as dificuldades de se enfrentar um adversário como o Villa Nova, que estava invicto na competição.

‘Nós buscamos um resultado que estava difícil de acontecer pela situação do jogo. Eles tocam muito bem a bola e marcam bem. Eu gosto quando jogamos os dois tempos bem. Na primeira etapa o time não foi tão bem assim, criamos pouco e não aproveitamos as oportunidades’, declarou.

Givanildo elogiou os garotos da base que foram acionados no segundo tempo e resolveram o jogo em favor do América-MG, mas não deixou de dar méritos para todo o grupo de jogadores. O lateral-esquerdo Bryan marcou o primeiro gol do Coelho e Kaká anotou o tento da virada, em assistência de Kaio, todos jogadores formados na base do clube.

‘Eu não gosto de pensar que foi só um ou outro jogador o responsável pela vitória. Não foram só os garotos, foi todo o grupo. No jogo passado, contra o Nacional de Nova Serrana, por exemplo, foram os experientes Fábio Júnior e Adeílson que definiram. É claro que eles (Bryan, Kaio e Kaká) contribuíram muito’, disse.

Questionado sobre o clássico de domingo, que pode dar a liderança isolada do Mineiro para o América-MG, Givanildo garantiu que o Coelho, que vem de quatro vitórias consecutivas, vai encarar o Galo em igualdade de condições. ‘Acredito que ganhar quatro jogos, independente de quem foi, é bom. Tivemos jogos difíceis, agora vamos encarar o clássico de igual para igual. Se ganhamos os quatro jogos é porque estamos bem na competição’, afirmou.

Continua após a publicidade
Publicidade