Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Felipão abre nova crise com diretoria: Precisam assumir essa m…

Por Da Redação Atualizado em 19 jul 2016, 13h54 - Publicado em 10 Maio 2012, 01h32

A goleada por 4 a 0 contra o Paraná Clube e a classificação para as quartas de final da Copa do Brasil deveriam ser as manchetes do Palmeiras na madrugada desta quinta-feira. Mas o técnico Luiz Felipe Scolari mudou totalmente o foco do jogo e disparou novamente contra a postura da diretoria alviverde.

O treinador campeão da Libertadores de 1999 está cansado das pressões pela falta de resultados e dos reforços desconhecidos do clube. Ele não concorda ser responsabilizado pela situação da equipe e pede que os dirigentes deem a cara aos torcedores.

‘Se não tem dinheiro, precisa pescar alguma coisa. Agora, depois não venham passar para a torcida que eu passei os nomes que estão chegando. Precisam assumir essa m…’, esbravejou o comandante.

Depois da eliminação do Campeonato Paulista, o técnico Luiz Felipe Scolari apresentou uma lista de seis reforços. No entanto, até agora foram adquiridos apenas jogadores de equipes do interior paulista, como Mazinho e Fernandinho (ambos do Oeste) e a volta de Felipe (ex-Mogi Mirim). Nenhuma das opções passadas pelo comandante chegou até o momento.

‘O que quero passar ao meu torcedor é que se não dá de um jeito, vamos pelo outro. Ou então vamos aceitar a crítica que não contratamos o Pelé, o Robinho, o Pato ou o Ganso. É assumir a realidade, se não tem dinheiro para um apartamento, vamos ver uma casinha’, disse Scolari.

Sem grandes perspectivas de reforços, Felipão pede calma aos torcedores nas críticas aos atletas. O técnico chegou a citar que está feliz com o atual grupo e que precisaria de ‘uma ou duas opções’ para ganhar corpo. ‘Se não tem dinheiro, precisa ver esse tipo de contratação. Se precisa fazer assim, vou ajudar mais ajudar o Palmeiras mais uma vez. Mas os dirigentes precisam ter a responsabilidade de dizer: não tem dinheiro’, emendou o técnico.

Continua após a publicidade
Publicidade