Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Ex-agente de Schumacher: ‘É hora de a família contar a verdade’

Willi Weber criticou a postura dos familiares do ex-piloto alemão de manter seu estado de saúde em sigilo, três anos depois do acidente de esqui

Por da redação Atualizado em 19 jan 2017, 12h00 - Publicado em 19 jan 2017, 09h02

O estado de saúde de Michael Schumacher segue uma incógnita, três anos depois do acidente de esqui sofrido pelo heptacampeão de Fórmula 1. A postura da família, de manter a real condição de Schumacher em sigilo, desagrada um velho amigo do alemão, seu ex-agente Willi Weber.

Em entrevista à revista alemã Bunte, Weber pediu que informações mais claras sejam divulgadas. “A família de Schumacher não conta toda a verdade e não escuta meus conselhos. Acho que chegou a hora de dizer a verdade aos fãs.”

  • Em outro trecho da conversa divulgado pela revista, Weber fala da angústia em não saber como o amigo está. “Às vezes, quando estou em casa e ouço o telefone tocar, penso que será o Michael me perguntando se está tudo bem.”

    A entrevista do ex-representante de Schumacher ainda não foi publicada na íntegra. Weber deixou de representar o piloto alemão cerca de um ano antes do acidente. Ele diz que a família Schumacher o proibiu de visitar o amigo em sua casa na Suíça.

    Michael Schumacher ao lado de sua esposa Corinna Betsch
    Michael Schumacher e a esposa Corinna, em foto de 2010 Alex Grimm/Bongarts/Getty Images/VEJA
    Continua após a publicidade
    Publicidade