Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Em meio a crise, Palmeiras empata com Flamengo em 1 a 1

Equipe paulista sofre gol, mas arranca empate em jogo realizado no Engenhão

Por Da Redação 12 out 2011, 23h53

Um dia depois da agressão sofrida pelo volante João Vitor, o Palmeiras entrou em campo e ficou no empate por 1 a 1 com o Flamengo, nesta quarta-feira, no Engenhão. Sem contar também com o atacante Kleber, que foi afastado por ter discutido com direção e comissão técnica, o Verdão saiu atrás no placar, mas buscou a igualdade.

Com o resultado, o time rubro-negro perdeu uma ótima oportunidade de encostar na liderança, pois chegou a 48 pontos e agora ocupa a quinta posição. Já o Palmeiras é o nono colocado, com 41 pontos.

Os gols foram marcados no segundo tempo. Thiago Neves anotou para o Flamengo, e Maikon Leite marcou para a equipe paulista.

Sem Ronaldinho Gaúcho, o rubro-negro carioca centralizou suas jogadas em Thiago Neves, que, apesar do tento, esteve bem vigiado pela defesa palmeirense.

Na próxima rodada o Flamengo vai encarar o Ceará no Presidente Vargas enquanto o Palmeiras vai receber o Fluminense.

O jogo – O Flamengo começou a partida no ataque enquanto o Palmeiras mostrava cautela mas criou a primeira jogada de perigo aos oito minutos quando o zagueiro Henrique, depois de cobrança de falta, subiu livre mas cabeceou por cima do travessão.

O Flamengo se assustou e só voltou a incomodar a defesa paulista aos 12 minutos em chute de Thiago Neves que o goleiro Deola defendeu sem problemas. No minuto seguinte, a equipe dirigida por Luiz Felipe Scolari chegou outra vez à area da equipe carioca mas a conclusão de Luan não levou perigo.

A torcida do Flamengo viveu seu primeiro grande momento de emoção aos 16 minutos. Leonardo Moura cruzou da direita e Bottinelli, de cabeça, mandou a bola no travessão. No rebote, Thiago Neves cabeceia para defesa parcial de Deola. Na sobra, Leonardo Moura também acertou o travessão.

A partida mostrava equilibrio com os dois times atuando de forma aberta e buscando o gol. Aos 20 minutos, Maikon Leite roubou a bola de Airton e tentou passar por Welinton mas caiu ao se chocar com o zagueiro mas o árbitro considerou o lance como normal. Dois minutos, Fernandão recebeu ótimo passe mas finalizou em cima do goleiro Felipe que não deu rebote.

Continua após a publicidade

Com maior posse de bola, o Flamengo criou outra boa chance aos 25 minutos em chute forte de Thiago Neves que Deola espalmou para escanteio. Logo depois, em jogada dividida que acabou lhe rendendo o cartão amarelo, Marcos Assunção acabou se contundindo e deixou o campo para a entrada de Rivaldo.

Aos 37 minutos, Rivaldo cruzou da esquerda, a zaga rubronegra falhou e Maikon Leite pegou de primeira mas a bola não levou perigo. Dois minutos depois, Cicinho cruzou da direita, Felipe saiu mal, Luan ajeitaou para Maikon Leite bater cruzado mas Alex Silva bloqueou o chute, afastando o perigo.

O Flamengo voltou para o segundo tempo com o atacante Negueba no lugar do volante Willians e de Jael na vaga de Deivid numa demonstração de que Vanderlei Luxemburgo decidiu adiantar ainda mais a sua equipe. Negueba passou a jogar pelo lado direito para tentar penetrar na defesa palmeirense.

E a mudança logo deu resultado. Aos dez minutos, o time rubro-negro marcou o primeiro gol. Thiago Neves chutou cruzado, Jael em posição de impedimento não toca na bola mas atrapalha po goleiro Deola que não conseguiu impedir que a bola entrasse no canto direito.

O gol entusiasmou o time carioca que quase chegou ao segundo gol aos 17 minutos em chute de Jael após receber bom passe de Bottinelli mas Deola defendeu com firmeza.

Mesmo sem jogar bem, o Palmeiras marcou o gol de empate aos 18 minutos.Cicinho fez ótimo passe para Maikon Leite que entrou na área e tocou na saída do goleiro Felipe.

Aos 23 minutos, o Palmeiras chegou com perigo em chute de Rivaldo que Felipe defendeu. Logo depois, Ricardo Bueno ajeitou para Luan que bateu por cima do travessão.

Os dois times erravam muitos passes e só aos 32 minutos, o Palmeiras chegou com perigo em chute longo de Patrik que passou por toda a defesa e obrigou Felipe a espalmar para escanteio. A resposta rubro-negra veio no minuto seguinte em jogada de Jael que se livrou da marcação e chutou para ótima defesa de Deola.

Os dois times continuavam buscando o gol de desempate mas mostrando pouca inspiração na conclusão das jogadas. Como aconteceu aos 42 minutos com Thiago Neves que escorregou no momento em que tentava a conclusão, desperdiçando boa oportunidade para marcar o segundo gol.

(com Agência Gazeta Press)

Continua após a publicidade

Publicidade