Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Douglas não jogará mais no Grêmio se não aceitar renovação de contrato

Por Da Redação 13 dez 2011, 13h34

O meia Douglas possui contrato com o Grêmio até o final de 2012, mas não vestirá mais a camisa do Tricolor gaúcho se não estender seu vínculo até 2013. A medida foi adotada pela diretoria da equipe para preservar o patrimônio do time, já que o armador poderá assinar um pré-contrato em junho do ano que vem e deixar o clube por um preço muito menor do que aquele que seria estipulado pelos dirigentes.

A cautela da diretoria gremista é decorrente da transação envolvendo o atacante Jonas e o Valencia, da Espanha. Na ocasião, o centroavante também mantinha um vínculo com o clube até o final do ano e acabou aceitando a proposta dos espanhóis antes do término de seu contrato, o que deixou a equipe com uma compensação financeira muito abaixo do esperado.

Desse modo, o empresário de Douglas já recebeu uma proposta de renovação e estuda com o jogador os valores apresentados pelo Grêmio. Segundo os mandatário do Tricolor, o atleta teve seu passe valorizado e recebeu um aumento salarial considerável para permanecer no Olímpico, o que forçará sua negociação caso a proposta seja rejeitada.

‘Não iremos deixar o jogador no Grêmio até junho ou julho para assinar pré-contrato e sair de forma gratuita. É evidente que estamos atentos. Aguardamos uma posição do jogador e do seu representante. A proposta é valorizar para colocar o Douglas entre os salários top do clube. Se não der, vamos tomar as medidas de proteção para o Grêmio’, declarou o diretor-executivo Paulo Pelaipe, em entrevista à TV Bandeirantes de Porto Alegre.

Cobiçado pelo futebol paulista, Douglas interessa a Corinthians e Palmeiras e deverá migrar para uma destas equipes se não renovar com o clube gaúcho. Mesmo com a postura radical do dirigente, a decisão sobre o seu futuro deverá ficar a cargo do Conselho de Adminstração do Grêmio, que ouvirá as possíveis propostas e decidirá qual delas será melhor para o time.

‘Ele não joga em 2012 no Grêmio se não renovar. O jogador foi valorizado, e muito bem valorizado, na proposta. Se não houver acordo, o Conselho de Administração vai decidir. Vou dar minha opinião, mas o Conselho é quem comanda o clube’, finalizou Pelaipe.

Continua após a publicidade
Publicidade