Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Dorival critica cobrança sobre técnicos e nega privilégios ao Inter

Por Da Redação 30 abr 2012, 05h01

A vitória do Internacional sobre o Grêmio, por 2 a 1, neste domingo não serviu para acalmar os ânimos do técnico colorado, Dorival Júnior. Mesmo com o triunfo sobre o arquirrival e a conseqüente classificação para a final do Campeonato Gaúcho, o treinador deu uma entrevista coletiva tensa, em que criticou a cobrança ‘ilógica’ por resultados no futebol nacional.

‘Não existe tranquilidade no futebol. Você não relaxa em momento algum. Está virando uma rotina altamente prejudicial para o futebol brasileiro. Você não tem tempo para fazer um trabalho, as pessoas querem cobrar rapidamente, de maneira ilógica. É muito difícil trabalhar com futebol, não sei onde vamos parar’, disse.

Perguntado também sobre a rápida reposição de bola dos gandulas para o Inter, Dorival negou que, por ser anfitriã, a equipe colorada tenha algum tipo de privilégio. Para ele, a reposição foi feita de maneira justa.

‘Não sei até que ponto alguém pode classificar essa jogada de desleal com o adversário. Os gandulas hoje estavam trabalhando da mesma forma eficiente para os adversários que, porém, não aproveitava’, afirmou.

Polêmicas à parte, Dorival elogiou a atuação colorada deste domingo. Mesmo assim, preferiu manter os pés no chão e não exibir nenhum favoritismo para a final do Estadual, contra o Caxias.

‘Foi um jogo disputado, tivemos uma brilhante vitória frente ao nosso maior rival. Mas já vamos esquecer a partir de segunda para focar na final’, finalizou.

Continua após a publicidade
Publicidade