Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Descartado pelo Inter, Douglas depende de exames para assinar com São Paulo

Por Da Redação 8 fev 2012, 12h22

O mistério em relação ao novo lateral direito do São Paulo não demorou a ser revelado. Trata-se de Douglas, de 21 anos, que pertencia ao Goiás até a última semana, mas rescindiu o vínculo em virtude de uma lesão no púbis. O vice-presidente de futebol do Tricolor, João Paulo de Jesus Lopes, confirmou o acerto de salários e três anos de contrato.

Apesar disso, o dirigente garantiu que o contrato não será assinado enquanto o ala não for aprovado nos exames médicos do Tricolor. No início do ano, Douglas já tinha tudo acertado com o Inter em negociação conduzida pelo dirigente e ex-jogador Fernandão, mas foi reprovado nos exames devido à pubalgia.

A recuperação não seria imediata e o Colorado decidiu não assumir o risco de contratá-lo e diagnosticar uma lesão crônica que pudesse deixar Douglas mais fora do que dentro de campo. Assim, o departamento médico do Inter vetou a contratação, mas a história pode ser diferente no São Paulo.

‘Acertamos por três anos mais os salários, pois é um jogador da Traffic, que rescindiu o contrato que tinha até maio no Goiás, mas fez parte dos nossos planos. Acertamos e tudo depende do resultado dos exames médicos que serão realizados pelo nosso departamento médico. O exame pode barrar, mas eu acho difícil, porque não é uma lesão de grau elevado’, afirmou Jesus Lopes, que apareceu no CT da Barra Funda após o treino coletivo desta quarta-feira.

Neste treino, inclusive, João Filipe atuou de forma improvisada na lateral direita e volta a desempenhar a função na quinta-feira, quando o São Paulo enfrenta o Comercial pela sexta rodada do Campeonato Paulista. Isso porque o titular Piris sofreu uma contratura muscular e será desfalque.

Um suplente para Piris, que foi contratado em 2011 e é o único jogador disponível para o setor, era uma necessidade do elenco são-paulino e o técnico Emerson Leão já ‘batia nessa tecla’ desde a pré-temporada de Cotia. Em seu último emprego antes do São Paulo, que foi o Goiás, Leão teve a oportunidade de trabalhar com o promissor Douglas.

Continua após a publicidade
Publicidade