Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Cyborg sofre, mas bate peso para o UFC Brasília

A paranaense de 31 anos, fenômeno do MMA feminino, enfrentará a sueca Lina Lansberg no UFC Brasília para tentar manter invencibilidade de 11 anos

Por Da redação 23 set 2016, 12h42

A lutadora brasileira Cris Cyborg, que estreou em maio no UFC com uma vitória, penou para bater o peso estipulado para o confronto contra a sueca Lina Lansberg, que ocorrerá neste sábado, no UFC Brasília. Aparentemente debilitada, Cyborg teve que perder mais de 10 kg para bater as 140 libras (63,5 kg) do peso-casado (quando lutadores diferentes categorias estabelecem um meio-termo para lutar). Na verdade, ela bateu 141 libras (64 kg), porém, o UFC tolera ultrapassar até uma libra. Lansberg atingiu o peso sem dificuldades e garantiu presença na luta contra a brasileira.

Cyborg admitiu nesta semana que teve que mudar toda sua rotina para chegar ao peso-casado e, depois da pesagem nesta sexta-feira, disse ao canal Combate, da SporTV, que pretende ousar para garantir sua segunda vitória no UFC: engordar mais de 10 quilos até o momento da luta. “(No dia da luta) fico com 162 ou 165 libras (72,5kg e 75kg). Vai ser um show. A Lina é uma grande oponente, vai dar uma grande luta para os meus fãs”, disse a paranaense de 31 anos.

LEIA TAMBÉM:
UFC é vendido a grupo chinês por US$ 4 bilhões
UFC 200: Amanda Nunes atropela Miesha Tate e é a primeira brasileira campeã
Anderson Silva não resiste à força de Cormier e é derrotado no UFC 200

Cartel de lutas – Cris Cyborg defenderá contra Lina Lansberg uma invencibilidade de 11 anos, contando com outras organizações de MMA. Em 17 confrontos na carreira, ela tem incríveis 16 vitórias (14 por nocaute).

Continua após a publicidade
Publicidade