Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Cristóvão pede manutenção do trabalho no Vasco com mudança de foco

Por Da Redação 24 Maio 2012, 00h57

A eliminação do Vasco da Copa Libertadores foi um duro golpe no planejamento da equipe para esta temporada. Prioridade da diretoria desde o início do ano, o título da competição era visto como o ressurgimento do clube no futebol nacional e motivou pesados investimentos. Mesmo sem contratações de destaque, o clube desembolsou grande quantia em dinheiro para manter a base de 2011 e driblar problemas financeiros na hora de arcar com os vencimentos do elenco.

Embora a derrota por 1 a 0 para o Corinthians tenha colocado fim ao projeto da diretoria, o técnico Cristóvão Borges fez questão de lembrar que o ano está apenas começando para o Vasco. O treinador vê o revés como algo normal no decorrer de uma longa temporada e projetou a manutenção de seu trabalho com um foco diferente. Agora, o comandante quer se livrar do ‘fantasma do vice-campeonato’ que ronda São Januário e conquistar o título do Campeonato Brasileiro.

‘Meu trabalho continua da mesma forma. Tivemos uma participação elogiosa na competição e vamos continuar pensando no Brasileiro. Ano passado passamos perto e vamos procurar jogar bem, melhorar a equipe e ficar mais forte. É um campeonato duro, longo, assim como no ano passado. Mas nós mantemos a base e jogar uma Libertadores da forma como jogamos nos credencia sim a buscar o título’, avaliou o técnico.

Cristóvão também aproveitou para pedir que o torcedor não vire as costas para a equipe no restante do ano. O treinador entende o sofrimento proveniente das seguidas quedas em campeonatos disputados após a conquista da Copa do Brasil de 2011, mas espera que o apoio vindo das arquibancadas continue acompanhando o time na sequência do famigerado Campeonato Brasileiro.

‘O torcedor também estava decepcionado quando a gente chegou aqui. De lá para cá, a gente deu uma crescida, evoluímos e a torcida passou a ter orgulho do Vasco e dos jogadores, que ficaram marcados pela entrega em campo. Ela participa, participou e viu tudo que os atletas fizeram. Lógico que estão chateados, porque o Vasco é um time para ganhar títulos, mas nós vamos continuar brigando para este clube ser campeão’, finalizou.

Com este objetivo em vista, o Vasco tentará dar o seu próximo passo neste sábado, em São Paulo. O time voltará à capital do Estado para enfrentar a Portuguesa, no Canindé, buscando a sua segunda vitória na competição. Na primeira rodada, o Cruz-Maltino entrou em campo com um time misto e superou o Grêmio por 2 a 1, com gols marcados por Fellipe Bastos e Alecsandro.

Continua após a publicidade
Publicidade