Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Botafoguenses saem em defesa de Lucas e miram final do Estadual

Por Da Redação 10 Maio 2012, 05h02

O lateral direito Lucas parece ter encarnado um grande inferno astral desde as 16 horas do último domingo. Após fazer uma partida ruim diante do Fluminense na decisão do Campeonato Carioca, sendo expulso aos oito minutos do segundo tempo e abrindo caminho para uma goleada do rival, ele voltou a levar um vermelho nesta quarta, deixando o Botafogo com um a menos e sem forças para segurar a virada do Vitória, no Engenhão, que eliminou os alvinegros da Copa do Brasil.

Pouco tempo depois de salvar uma bola em cima da linha com a cabeça, ele viu a situação se repetir, mas só conseguiu alcançar a redonda com as mãos. Pênalti e chuveiro mais cedo para o defensor. Jefferson ainda defendeu, mas Pedro Ken e Tartá deram a vaga para os rubro-negros na etapa final.

Envolvido diretamente no lance, o arqueiro do Glorioso defendeu o companheiro. ‘Não tem nem o que reclamar dele, ele fez o certo e conseguiu nos salvar naquele momento, mas não conseguimos ir bem depois’, comentou.

O argentino Herrera foi outro a defender o defensor, vaiado pela torcida desde o início do jogo, lembrando que Lucas trocou um gol pelo cartão. ‘Foi o que tinha para fazer. Depois eles aproveitaram as chances e nós não, mas isso acontece com o Barcelona, pode acontecer com qualquer um’, concluiu.

O foco em General Severiano agora se volta para a final do Estadual, onde tem que vencer o Flu por três gols de diferença para levar aos pênaltis e quatro ou mais para se sagrar campeão no tempo normal. ‘Nós tivemos uma situação atípica duas vezes seguidas nessas duas partidas, mas temos que esquecer e pensar no domingo’, disse Oswaldo Oliveira.

Continua após a publicidade
Publicidade