Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Botafogo tenta afastar a crise em choque direto com o Inter

Por Da Redação 19 nov 2011, 20h34

O Botafogo receberá o Internacional, neste domingo, às 17 horas (de Brasília), no Engenhão, em confronto direto por uma vaga na Copa Libertadores e que promete esquentar a 36rodada do Campeonato Brasileiro. O Glorioso aparece em sétimo com 55 pontos, dois a mais que os colorados, que estão embalados pela vitória por 1 a 0 sobre o Bahia no meio de semana.

Se o Internacional atravessa um bom momento, o Botafogo vive a sua principal crise na competição e logo na reta final. A derrota por 2 a 1 para o América-MG, em Minas Gerais, custou a demissão do técnico Caio Júnior e um clima de insegurança quanto à vaga na Copa Libertadores, que era dada como certa pela equipe. Neste fim de semana, o Alvinegro será dirigido interinamente pelo preparador de goleiros Flávio Tênius, que espera conseguir levantar o moral do elenco.

‘Temos um grupo fechado, unido e onde todos sabem de suas responsabilidades. Nós sempre estivemos no caminho certo e apenas nesses últimos jogos que a coisa desandou. Portanto, tenho motivos para acreditar que ainda podemos vencer os jogos que nos restam e conquistar uma vaga na próxima Copa Libertadores’, disse Flávio Tênius.

Os jogadores, pelo menos no discurso, acreditam que é possível conquistar a vaga na Copa Libertadores e esperam deixar do lado de fora do gramado a crise que se instalou em General Severiano. Os atletas garantiram que o foco está todo voltado para a partida diante do Internacional e que irão buscar a vitória a todo custo.

‘Nós sabemos que a vaga na Copa Libertadores é uma prioridade no Botafogo e é importante para o clube ter 2012 com títulos, que é o que a torcida mais precisa e deseja. Portanto, vamos esquecer tudo o que aconteceu nestas últimas partidas e voltar a ser o time que dentro do Engenhão não é derrotado. Respeitamos o Internacional, mas vamos encarar este duelo como uma verdadeira decisão’, afirmou Renato.

Entretanto, não são só os cariocas que ainda acreditam na conquista de uma vaga no torneio continental. Os jogadores do Internacional frisaram que o campeonato ainda não está perdido para a equipe colorada e consideram uma vitória fora de casa como algo fundamental para consolidar esse objetivo.

‘Tenho certeza de que vamos brigar pela classificação para a Copa Libertadores até a última rodada, pois estamos jogando bem até mesmo quando o resultado não aparece. Ganhamos do Bahia e isso nos deixou ainda mais crentes no sucesso da equipe. Com tranquilidade e equilíbrio vamos em busca de uma vitória contra o Botafogo’, declarou Dorival Júnior, técnico do time gaúcho.

Os jogadores colorados endossaram as palavras de seu comandante e ressaltaram as dificuldades que encontrarão no Engenhão. Para o meia D’Alessandro, o clima de decisão que envolve a partida será importante para que os atletas gaúchos entrem em campo cientes de que o resultado positivo deve ser conquistado de qualquer maneira.

‘O Internacional não quer pensar em quantos pontos precisa fazer para se classificar para a Copa Libertadores. Temos que pensar em um jogo de cada vez. Contra o Botafogo será complicado, pois nosso rival tem um grande time e é forte jogando em casa. Mas precisamos do triunfo de qualquer maneira’, completou o argentino.

Em relação ao time que vai a campo, Tinga, recuperado de lesão no tornozelo direito, está liberado pelo departamento médico para atuar. O jogador era dúvida por ter deixado o jogo contra o Bahia reclamando de lesão. Outro reforço é o volante Guiñazú, que volta após servir a seleção argentina nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2014. O jogar irá ocupar a posição de seu compatriota Mario Bolatti, suspenso pelo acúmulo de cartões amarelos.

Já o interino botafoguense não confirmou a escalação que pretende mandar a campo, mas deverá alterar o esquema com três zagueiros usado por Caio Junior contra o América-MG. Assim, Gustavo deixa a equipe para a entrada do atacante argentino Herrera. Além disso, a necessidade de ter um time mais ofensivo poderá dar ao lateral direito Lucas a vaga de Alessandro.

Continua após a publicidade

No primeiro turno do Campeonato Brasileiro as duas equipes se enfrentaram no Rio Grande do Sul, e o Internacional ganhou por 1 a 0, graças a um gol de Leandro Damião.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO X INTERNACIONAL

Local: Estádio Olímpio João Havelange, o Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 20 de novembro de 2011 (Domingo)

Horário: 17 horas (de Brasília)

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (DF)

Assistentes: Marrubson Melo Freitas (DF) e José Nascimento Júnior (DF)

BOTAFOGO: Jéfferson; Lucas, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Cortês; Marcelo Mattos, Renato, Elkeson e Maicosuel; Herrera e Loco Abreu

Técnico: Flávio Tenius

INTERNACIONAL: Muriel; Nei, Bolívar, Rodrigo Moledo e Kléber; Guiñazu, Tinga, D’Alessandro e Oscar; Gilberto e Leandro Damião

Técnico: Dorival Júnior

Continua após a publicidade

Publicidade