Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Alonso e Massa admitem frustração com treino ruim

Por AE

Valência – Fernando Alonso e Felipe Massa não esconderam a frustração pelo desempenho ruim amargado no treino de classificação para o grid de largada do GP da Europa, que será disputado neste domingo, em Valência, e será a oitava etapa do Mundial de Fórmula 1.O espanhol e o brasileiro sequer conseguiram garantir um lugar no Q3, a parte final da sessão classificatória, neste sábado, sendo que o primeiro deles sairá da 11.ª posição e o segundo da 13.ª.

“Quando você não se classifica para o Q3, isso é obviamente muito triste e não há nenhum ponto escondendo o fato. O resultado é uma ducha fria porque nossas expectativas eram altas e o potencial do carro também aumentou”, lamentou Alonso, atual vice-líder do Mundial, apenas dois pontos atrás do inglês Lewis Hamilton, que conquistou a segunda posição do grid neste sábado.

O fato de sair de uma posição considerada muito ruim no grid fez o espanhol admitir que a conquista de uma das três primeiras posições da prova deste domingo se tornou uma meta praticamente inatingível. “Nós (ele e Massa) não fomos rápidos o suficiente para ficar no Top 10 na segunda parte da classificação e agora a corrida será naturalmente mais difícil. O pódio está fora do alcance e claramente, com (Lewis) Hamilton na linha de frente (vai largar em segundo), é fácil esperar que vamos perder terreno para ele”, completou, lembrando que o inglês poderá abrir boa vantagem na liderança.

Massa, por sua vez, lamentou mais um desempenho ruim em um treino de classificação, e o fato de ele e Alonso não terem conseguido entrar por pouco no Q3. “É realmente frustrante terminar fora por menos de um décimo (de segundo). Foi uma qualificação muito apertada, com vários pilotos muito próximos um dos outros em termos de desempenho: no Q2, ficamos a três décimos do melhor tempo e fomos eliminados. É uma pena porque a sensação era a de que o carro estava muito bom e sempre me senti confortável e capaz de lutar com os melhores”, afirmou.

O brasileiro acredita que o posto no grid também não fez justiça ao que o carro da Ferrari poderia conquistar e acreditava que ele e Alonso mereciam ao menos um lugar entre os seis mais bem colocados. “Amanhã (domingo), a estratégia terá um papel muito importante e nós temos visto que em várias ocasiões – no Canadá foi a última – como alguns pilotos que saem da parte de trás do grid têm uma chance de lutar pelos primeiros lugares. Obviamente, não estamos felizes hoje (sábado), mas sabemos que temos um bom carro e ainda temos muitas chances de obter um bom resultado”, finalizou Massa, exibindo mais otimismo do que Alonso.