Clique e assine a partir de 9,90/mês

Aldo mantém desejo de se aposentar após 1ª reunião com Dana

Lutador brasileiro disse que suas declarações não eram 'blefe', mas baixou o tom das reclamações e disse que seu futuro será definido após novo encontro

Por da redação - 20 out 2016, 09h28

José Aldo ainda não se decidiu completamente, mas segue com a intenção de se aposentar do MMA. Nesta quarta-feira, o lutador brasileiro se reuniu com o presidente do UFC, Dana White, e o matchmaker da organização, Sean Shelby, em Las Vegas, nos Estados Unidos e, ao menos por enquanto, não mudou de opinião.

O campeão interino do peso-pena, porém, baixou o tom das reclamações contra Dana White e disse que o encontro de cerca de uma hora foi proveitoso. “Foi ótimo, como a gente esperava. Falei tudo o que tinha que falar, está ótimo. Tem a parte deles e a minha. Agradeci tudo o que fizeram por mim e agradeci ao Dana pela paciência. Não sei (se volto a lutar). O futuro vai dizer”, disse, enigmático, o atleta de 30 anos, em entrevista ao canal Combate.

Em seguida, Aldo foi mais incisivo e disse que mantém a ideia de se aposentar. “Por mim, já decidi. Não tenho que pensar mais nada. Sempre tive a ideia definida. Quando falo uma coisa, nunca é um blefe ou nada disso. Tenho a ideia na cabeça, sempre foi isso que eu quis. Não teve proposta, caso a pensar ou não. Só passei meu ponto de vista, o carinho que tenho por eles e eles comigo também. É muito legal, mas cada um tem que seguir o seu caminho.”

No fim de setembro, após a confirmação da luta entre o irlandês Conor McGregor e o americano Eddie Alvarez no UFC 205, em Nova York, no dia 12 de novembro, José Aldo se disse “de saco cheio” e anunciou o desejo de se aposentar.  “Desde que eu perdi eles prometeram uma coisa para mim. Vinha no meu pensamento que eu não queria nem mais lutar MMA, cheguei no meu limite”, disse, na ocasião.

O técnico de Aldo, Dedé Pederneiras, também participou da reunião desta quarta-feira e explicou melhor a situação. “O Aldo continua com a ideia fixa de realmente se aposentar do MMA. Existem alguns problemas contratuais que estamos tentando resolver. O problema maior hoje não é nem questão de se aposentar, é não estar mais motivado a lutar MMA, essa é a verdade. Só que existe um problema do contrato. Faltam seis lutas no contrato e é isso que agora vai começar a se pensar. De um lado se falou uma coisa, do outro lado outra, então estamos esperando.”

Segundo Dedé, haverá uma nova reunião entre Dana White e os novos donos do UFC para que se chegue a uma decisão final. O treinador, porém, evitou afirmar que Aldo está definitivamente aposentado. “É difícil falar isso, né? A gente depende de algumas respostas. Quando eu falo que a pessoa está aposentada, ela está aposentada mesmo, ela não se aposenta cinco vezes. Você vê lutadores de boxe falando: ‘Hoje é a minha luta de aposentadoria’ e você vê nitidamente que é para arrecadar muito dinheiro naquela última luta e o cara um ano depois está de volta.”

Continua após a publicidade
Publicidade