Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Adriano otimiza recuperação com exercícios próprios para atacante

Por Da Redação 27 set 2011, 07h25

A estreia de Adriano com a camisa 10 do Corinthians está próxima. Em recuperação de cirurgia no tendão de Aquiles do tornozelo esquerdo, o centroavante transita entre os trabalhos de fisioterapia e preparação física. Para otimizar o prazo de recuperação, ele começa nesta terça-feira treino específico de funções que vai desempenhar em campo.

‘Primeiramente nós vamos desenvolver as qualidades físicas que ele precisa, sempre aplicado ao futebol, por isso que chamamos de trabalho funcional’, disse o preparador físico Fabio Mahseredjian à GE.Net. ‘Nós vamos priorizar para que ele faça todos os trabalhos com bola, já que teremos pouco tempo para prepará-lo, além da sequência pequena de jogos’.

Rodrigão, centroavante que defendeu o Palmeiras em 2007, rompeu o tendão do mesmo pé uma semana antes de Adriano e, desde então, também vem se recuperando no CePROO (Centro de Preparação e Reabilitação Osmar de Oliveira) do Corinthians, a convite do consultor médico do clube, Joaquim Grava. Um pouco à frente na recuperação, ele já tem realizado esse trabalho.

O ex-palmeirense não conta com a mesma estrutura que será destinada a Adriano, mas isso não prejudica o treino. Após se dedicar à academia, Rodrigão fica meio período em campo batendo bola. Sem goleiro debaixo das traves, ele simula a marcação de adversários, gira às vezes sobre algum fisioterapeuta-zagueiro, finaliza a gol e exercita todos os demais fundamentos de pivô.’Essa fase final está sendo boa. Estou fazendo todos os trabalhos físicos e com bola. Acredito que, dentro de uma semana, o departamento médico já deva me liberar para treino coletivo’, explicou o jogador, que se machucou no Anapolina-GO e aguarda propostas de algum clube da Série C ou até para Estaduais de 2012. ‘Eu me sinto bem, minha musculatura está fortalecida e meu percentual de gordura é de 12%, bem próximo do que os clubes traçam como ideal’.

Adriano, por sua vez, precisa emagrecer cerca de três quilos (ele estaria com 102kg). Para o departamento médico corintiano, 9 de outubro é uma data plausível para a estreia, contra o Atlético-GO, no Pacaembu. Ainda que a previsão se confirme, depois disso ele pode continuar fazendo trabalhos característicos. ‘Todo jogador faz exercícios específicos, para o (músculo) posterior da coxa direita, no anterior da esquerda, tornozelo instável. O importante é se integrar ao grupo’, conclui Mahseredjian, duas semanas de trabalho depois de seu retorno ao clube.

Continua após a publicidade
Publicidade