Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Taís Araújo desiste de interpretar papel após polêmica sobre tom de pele

Atriz recebeu críticas após ser escalada para viver a cientista Joana D’Arc Félix: “Eles estão absolutamente certos”

Quando o assunto é representatividade, não se fala apenas nas semelhanças e diferenças entre negros e brancos, orientais e ocidentais, homens e mulheres. Há um espectro enorme de variações dentro de cada uma dessas categorias e o público tem estado cada vez mais atento às generalizações que a indústria do entretenimento faz. É por isso que a escolha de Taís Araújo para o papel de Joana D’Arc Félix incomodou tanto.

Araújo atua como produtora e estava escalada para o papel principal na cinebiografia da cientista brasileira, que nasceu no interior de São Paulo, filha de doméstica, foi estudar química em Harvard, nos Estados Unidos, e ganhou o prêmio Kurt Politzer de Tecnologia. O ‘problema’ é que Félix tem a pele bem mais escura que a de Araújo e a comunidade negra não se sentiu representada.

Em entrevista ao jornal O Globo, a atriz contou que decidiu abrir mão da personagem por ter concordado com as críticas. “Pensei: como uma pessoa que trabalha com isso, como eu, não estava alerta? Eles estão absolutamente certos”.

Taís ainda apontou a importância da inclusão de “todo mundo” (referindo-se a todos os tons de pele) no mercado audiovisual, e admitiu o erro. “Estamos trilhando um caminho novo, não existe um mapa. Então, às vezes a gente erra, faz parte do percurso. Não há problema em errar, o importante é reconhecer o erro e voltar atrás”.

O filme, ainda sem nome, será dirigido por Alê Braga e terá roteiro de Álvaro Campos. Segundo a atriz, novos testes serão feitos para escolher a protagonista.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. uai, o seu jorge interpretou um moreno claro e ninguém viu nada demais. vão dando munição pros bolseiros, vão. idhiotas!

    Curtir

  2. Paulo Bandarra

    Estão nos corações deles, não dos nossos.

    Curtir

  3. Rodson Layne Luiz Barbosa

    Meu Deus, até onde vai essa idiocracia!?

    Curtir

  4. Otavio Tallarico

    Eu entendi que o “racismo” veio da própria Taís Araújo. Esta babaquice “lacradora” já deu, né ?

    Curtir

  5. Otavio Tallarico

    Agora…. outra questão: Quanto de verba da Lei Rouanet foi dispensada para a produção da “obra”???

    Curtir