Clique e assine a partir de 9,90/mês

Quatro estrelas que foram dispensadas do elenco da Rede Globo

O humorista Renato Aragão foi a baixa mais recente na emissora

Por Da Redação - Atualizado em 3 jul 2020, 12h55 - Publicado em 3 jul 2020, 06h00

– Renato Aragão (foto)
Depois de 44 anos na Globo, o humorista não teve o contrato renovado com a emissora na última terça, 30. A saída do intérprete do inesquecível Didi Mocó faz parte da política adotada pela empresa nos últimos meses de reduzir ao máximo o chamado elenco fixo. Antes disso, os medalhões da casa recebiam salário mensal e um adicional quando estavam no ar. De agora em diante, alguns grandes artistas serão convidados a estrelar (e receber) por empreitadas, com tempo definido.

– Vera Fischer
Uma das maiores estrelas do cinema e da televisão brasileira, a atriz foi dispensada no início de junho. Na emissora, marcou presença em mais de vinte novelas e séries. A relação inclui sucessos como Mandala e Riacho Doce. A trajetória dela na Globo acabou sendo marcada também por confusões, com atrasos frequentes em gravações e brigas com o seu então marido Felipe Camargo na época em que ambos faziam parte do elenco de Pátria Minha, exibida entre 1994 e 1995.

– Zeca Camargo
Revelado no universo das emissoras de TV pela MTV, o jornalista integrou o elenco da Globo durante 24 anos, com passagens pelo Fantástico, Vídeo Show e No Limite. Nos últimos tempos, era um dos apresentadores do É de Casa. Deixou a empresa em maio.

– Miguel Falabella
O ator, apresentador e diretor ficou na Globo por quase quatro décadas, período no qual se firmou como um grande talento. Em junho, a emissora avisou que seu contrato não seria renovado. Na trajetória na TV, entre outros trabalhos marcantes, foi o rosto do Vídeo Show em seus tempos áureos. Como intérprete, viveu o impagável Caco Antibes no humorístico Sai de Baixo.

Publicado em VEJA de 8 de julho de 2020, edição nº 2694

Publicidade