Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘O Outro Lado’: O arco dramático de Gael, de pastel a desafiante da morte

Personagem rouba as barras de ouro ilegais da própria mãe e se coloca diante do vilão Renato, sequestrador armado de Tomaz, na tentativa de salvar o filho

Gael, o playboy vivido por Sérgio Guizé em O Outro Lado do Paraíso, era tão covarde que batia em mulher para se sentir forte e, mesmo depois de descobrir as mãos sujas de sangue da mãe, só saiu de casa quando a própria o pôs para fora. Mas, nesta terça-feira, em uma missão que parece impossível, Gael vai começar a se despir da pele oleosa de pastel na novela das 9 da Globo.

A coragem de Gael vai aparecer quando ele detalhar o plano elaborado para libertar o filho, Tomaz (Vitor Figueiredo), do casamento com a mocinha, Clara (Bianca Bin), de quem abusou e a quem espancou no início do folhetim de Walcyr Carrasco. Gael pretende pagar o resgate ao vilão Renato (Rafael Cardoso), personagem que foi do Jekyll ao Hyde ao se revelar vilão, com barras de ouro ilegais que a mãe megera, Sophia (Marieta Severo), esconde em casa – ele deu uma passadinha na mansão, no capítulo desta segunda, para conferir se elas estavam por lá.

As barras não precisam alcançar juntas o valor absurdo de 100 milhões de dólares pedido pelo médico descompensado. Pelo contrário: a ideia é que Renato não fique com uma barrinha sequer, e que termine preso. A armadilha deve contar com a participação do sempre diligente delegado Bruno (Caio Paduan).

Mas, no cerco ao médico e sua atual esposa, Fabiana (Fernanda Rodrigues), Gael vai acabar se vendo frente a frente com o revólver de Renato. E com a morte.

Fim do arco dramático. Enfim, uma metamorfose interessante em uma novela em que, a cada vingança executada por Clara, seu alvo se torna uma caricatura ambulante. Como o fraco Renato.