Clique e assine a partir de 9,90/mês

O melhor restaurante japonês de Cuiabá é o Haru Oriental

O restaurante é um dos mais elegantes da capital e sempre apresenta novidades em seu cardápio

Por Mirela Mazzola - Atualizado em 27 Apr 2018, 13h01 - Publicado em 27 Apr 2018, 01h00

O ambiente sofisticado, com varanda, iluminação bem regulada e elementos asiáticos na decoração, motiva os clientes a esticar a permanência na casa bicampeã. Antes do jantar, é comum ver grupos de amigos bebericando drinques da moda sem pressa, como o moscow mule (R$ 25,00). O extenso menu traz novidades com frequência — entre elas os estreantes tartare especial (de barriga de salmão, atum, avocado, pimenta-de-cheiro, ovas de massagô e ovo de codorna; R$ 55,00) e o shotinho de ebiten, salmão empanado com geleia de pimenta e ovas de massagô e especiarias (R$ 19,00, duas unidades). Para as sugestões principais, os combinados podem conter de doze (R$ 77,00, oito sushis e quatro sashimis) a 48 peças (R$ 267,00, 32 sushis e dezesseis sashimis). Ingredientes nobres compõem  a seção intitulada chef selection, que lista, por exemplo, sashimi de kobe beef com foie gras e trufas (R$ 59,00, quatro unidades) e lagostins ao molho thai (R$ 49,00, duas unidades). Antes de pedir a conta, vale espiar o menu de sobremesas, com surpresas como a torta fondant de chocolate ao leite e chocolate meio amargo, ladeada por sorvete de manjericão (R$ 26,00). Rua Senador Vilas Boas, 94, Popular, ☎ 3027-7171 (135 lugares). 18h30/0h30 (sex. e sáb. até 2h). Aberto em 2009. $$$

Confira os segundo e terceiro colocados:

2º lugar: Itiban Restaurante

Helena e o marido Paulo Yamamoto estão à frente de um dos primeiros restaurantes japoneses abertos em Cuiabá. Um dos carros-chefes do local, o sukiyaki (R$ 86,00) reúne alguns vegetais mais filé-mignon ou frango. Os ingredientes chegam crus à mesa e são preparados na frente do cliente, em uma chapa de ferro. Também faz sucesso o rodízio – na versão completa custa R$ 82,00 por pessoa e inclui mais de trinta receitas, entre quentes e frios. O cardápio sugere ainda combinados de sushis, a partir de R$ 41,00. Rua Brigadeiro Eduardo Gomes, 111, Popular, 3023-7263 (90 lugares). 18h/23h (fecha dom.). Aberto em 1996. $$$

Continua após a publicidade

3º lugar: Japô Casa

Depois de atravessar um jardim japonês, o cliente adentra o salão com luz baixa e clima aconchegante. A cozinha opera sob a batuta do chef Edilson Cavalcante, que começou a carreira no bairro Liberdade, em São Paulo. No sistema à la carte, é possível optar por sugestões como o sashimi de vieira (R$ 80,00, com seis fatias) e o polvo na brasa com purê de mandioquinha (R$ 65,00). Também há a opção de três tipos de festival. O mais solicitado é o batizado de japô clássico (R$ 87,00 por pessoa), que inclui 36 pratos, entre eles sashimis de peixe branco, de atum e de salmão. Para brindar, a carta abarca drinques como a saquerinha com mix de frutas (R$ 22,00) e quem preferir levar uma garrafa de vinho não paga taxa de rolha. Rua João Bento, 132, Quilombo, 3623-3003 (60 lugares). 18h30/0h (fecha dom.). Aberto em 2004. $$$

Publicidade