Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Harvey Weinstein é indiciado por acusações de estupro

Se condenado, o produtor pode enfrentar entre cinco e 25 anos de prisão

Harvey Weinstein foi indiciado por acusações de estupro e ato sexual criminoso, disse em comunicado nesta quarta-feira o procurador distrital Cyrus Vance, de Manhattan. A acusação formal do produtor segue sua prisão e aparição em tribunal, na sexta-feira, por acusações de atos sexuais impróprios. No mesmo dia, ele pagou a fiança de 1 milhão de dólares e deixou a cadeia.

O advogado de Weinstein, Benjamin Brafman, disse que o americano vai se declarar inocente. Mais cedo nesta quarta-feira, o produtor se negou a testemunhar perante o grande júri após um juiz negar um pedido de Brafman para adiar a aparição. O advogado havia argumentado que Weinstein teve acesso negado às informações sobre o caso e não teve tempo de preparação.

A acusação formal ocorre após uma investigação de meses do Departamento de Polícia de Nova York. A polícia não identificou as duas mulheres que acusam o produtor, mas informou que os crimes ocorreram em 2004 e 2013. Weinstein foi acusado de estupro em primeiro e terceiro graus e de um ato sexual criminoso em primeiro grau – segundo a imprensa internacional, ele obrigou uma mulher a fazer sexo oral nele. Se condenado pelas acusações mais sérias, Weinstein pode enfrentar entre cinco e 25 anos de prisão.

Desde outubro, o produtor foi acusado de assédio, abuso e estupro por mais de 70 mulheres, com algumas acusações datadas de décadas. Ele sempre negou as acusações.