Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Disney oficializa compra da maior parte da Fox por R$ 270 bilhões

Acordo, que foi atrasado após questionamentos em países como Brasil e México, passa a valer já a partir desta quarta-feira 20

A Disney oficializou, nesta terça-feira 19, a compra da 21st Century Fox, que engloba a maior parte dos negócios globais da Fox. O negócio foi fechado por 71,3 bilhões de dólares (equivalente a cerca de 270 milhões de reais) e entra em vigor já nesta quarta-feira.

O anúncio, realizado por meio de um pronunciamento no site da Disney, sucede questionamentos da validade do acordo em países como o Brasil e o México, que atrasaram a finalização do acordo. No caso brasileiro, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou uma fusão entre as companhias no país, mas determinou que será obrigatória a venda do canal Fox Sports no país.

Com a aquisição, a Disney passa a ser detentora de títulos como Star Wars, Os Simpsons e X-Men. Exceções no negócio são produtos como a rede americana Fox News e a maior parte das operações globais do canal Fox Sports – ambos pertencentes à Fox Corporation, empresa derivada que surgiu em janeiro de 2019 para administrar ativos não adquiridos pela Disney.

Na primeira oferta para adquirir a Fox, em dezembro de 2017, a Disney ofereceu um valor de 52,4 bilhões de dólares – quantia que subiu por conta da concorrência da Comcast, também interessada na compra.

Brincadeira em episódio de ‘Os Simpsons’ “antecipou” a aquisição

Brincadeira em episódio de ‘Os Simpsons’ “antecipou” a aquisição (Reprodução/Divulgação)

“Este é um momento histórico e extraordinário para a Disney, que criará um valor significativo de longo prazo para nossa empresa e nossos acionistas”, declarou Robert A. Iger, presidente e diretor executivo da The Walt Disney Company.

“Combinar a riqueza de conteúdo criativo e talentos comprovados da Disney e da 21st Century Fox cria a companhia de entretenimento global mais proeminente, bem posicionada para liderar em uma era incrivelmente dinâmica e transformadora”, completou Iger.