De volta à TV, Jennifer Aniston diz que cinema “só tem filmes da Marvel”

Atriz, que estreia em série do serviço de streaming da Apple, afirmou que as oportunidades no cinema estão cada vez menores

Por Redação - 9 out 2019, 17h11

Quinze anos após o fim de Friends, a atriz Jennifer Aniston está de volta à televisão, mas agora em um formato diferente daquele responsável pelo seu sucesso: em novembro, a eterna Rachel Green estreia em The Morning Show, série original do novo serviço de streaming da Apple, o Apple TV+. Em entrevista à revista americana Variety, a estrela relacionou sua decisão de retornar às telinhas ao fato de que há cada vez menos oportunidades no cinema, onde “só há filmes da Marvel”.

“Nos últimos anos, quando os serviços de streaming começaram a explodir e com muita qualidade, eu comecei a pensar ‘nossa, isso é melhor do que o que eu acabei de fazer'”, afirmou Aniston, referindo-se à sua carreira no cinema. “E aí você começa a avaliar as opções e elas só vão diminuindo. Só há grandes filmes da Marvel, ou coisas para as quais eu não sou convidada ou não estou tão interessada em viver em uma tela verde”, completou a atriz.

Em The Morning Show, Jennifer Aniston interpreta Alex Levy, uma apresentadora de um programa matinal envolvido em um escândalo após seu colega de bancada, Mitch Kessler (Steve Carell), ser demitido devido a denúncias de assédio sexual. O lugar deixado pelo âncora é preenchido pela repórter Bradley Jackson, personagem de Reese Witherspoon. Tanto Anniston como Witherspoon são produtoras-executivas da série.

A atriz ainda comentou sobre um possível filme da série Friends. De acordo com Aniston, ela e seus colegas não são contrários à ideia de se reunir novamente, diferente dos produtores do programa. “Eles não quiserem e não nos deixaram fazer”, contou. “É algo que os fãs querem tanto. Quero dizer, nós [os atores da série] nunca nos reunimos para falar sobre, mas adoraríamos ter feito algo juntos. Teria sido divertido. Nós poderíamos ter pensado em algo para alguns episódios. Talvez seja melhor dessa forma, mas nós nunca saberemos.”

Publicidade