Clique e assine a partir de 9,90/mês

Charlize Theron relembra noite em que viu a mãe matar o pai

Aos 15 anos, atriz sul-africana presenciou legítima defesa da mãe contra o pai armado

Por Da Redação - Atualizado em 19 dez 2019, 01h12 - Publicado em 19 dez 2019, 00h12

Hoje com 44 anos, a atriz sul-africana Charlize Theron narrou com detalhes a situação mais difícil de sua vida, ocorrida aos 15. Em entrevista à rádio NPR, Theron relembrou o episódio em que viu a própria mãe matar seu pai em legítima defesa. Conhecida por papéis em filmes como Monster – Desejo Assassino e Mad Max: Estrada da Fúria, ela ressalta que não se envergonha de expor a história.

“Nossa família era incrivelmente tóxica. E tudo isso nos deixou marcados de certa forma, acho. Claro, eu gostaria que o que aconteceu naquela noite nunca tivesse acontecido. Infelizmente, é o que acontece quando você não chega à raiz desses problemas”, disse. 

A atriz lembra do pai chegando em caso armado e “tão bêbado que não conseguia andar”. Ela o descreveu como um “homem muito doente, um alcoólatra durante toda a minha vida”.

Na noite em questão, ela se recorda do pai tentando invadir um quarto no qual Theron e sua mãe tentaram se trancar diante do estado alterado em que ele estava. Foi então que “ele deu um passo para trás e apenas atirou contra a porta três vezes”.

Continua após a publicidade

“Nenhuma bala nos atingiu, o que é apenas um milagre. Mas, em legítima defesa, ela [a mãe de Charlize Theron] acabou com a ameaça”, relata.

Os tribunais sul-africanos absolveram a mãe da atriz de qualquer pena, enquadrando o caso como legítima defesa.  “Eu não tenho vergonha de falar sobre isso. Acho que quanto mais falarmos sobre essas coisas, mais perceberemos que não estamos sozinhos”, afirmou a atriz ao recordar a história.

Publicidade