Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Autobiografia da roqueira Rita Lee vai virar filme

Além do longa-metragem, a produtora Biônica Filmes deve fazer uma série para TV baseada na vida da ex-mutante

Rita Lee — Uma Autobiografia, best-seller escrito pela cantora Rita Lee Jones, vai virar filme e série para TV. O projeto é da produtora paulista Biônica Filmes, que já assinou contrato com a roqueira, revelada nos anos 1960 com o grupo Os Mutantes ao lado do então marido, Arnaldo Baptista, e do cunhado, Sérgio Dias.

Com Os Mutantes, Rita fez parte do tropicalismo, com atuação no disco-manifesto Tropicália: ou Panis et Circenses. O subtítulo é o nome da música executada pelo grupo no álbum.

Depois dos Mutantes, Rita Lee teve outra banda, Tutti Frutti, de clássicos como Luz del Fuego e Ovelha Negra, antes de engatar carreira-solo com apoio do segundo e atual marido, Roberto de Carvalho, com quem tem dois filhos.

A previsão da Biônica Filmes é rodar o projeto em 2019. O roteiro vai ser assinado por Patricia Andrade e Nelson Motta, autor de diversos livros, entre eles Tim Maia – Vale Tudo.

Ainda não foi escolhida a atriz que vai interpretar Rita no cinema. No teatro, a cantora já foi vivida por Mel Lisboa em um musical que estreou em São Paulo em 2014, dois anos antes de seguir para o Rio de Janeiro.

Mel Lisboa como Rita Lee

Mel Lisboa como Rita Lee (Luciano Alves/Divulgação)

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Pacífico Guerra

    O que essa drogada tem pra mostrar de sua vida, a não ser suas músicas horríveis e muita, mas muita maconha mesmo fumada.

    Curtir

  2. O cinema nacional não tem enredo para inventar, então fica tocando o filão de biografias, autobiografias, e quetais. É a pobreza do cinema brasileiro. E depois querem que a gente vá ver filme nacional… Faz décadas que não se vê um único bom filme “brasileiro”…

    Curtir