Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ativistas pedem e Taylor Swift cancela show que faria na Austrália

Cantora se apresentaria na Copa Melbourne, tradicional competição hípica, mas que vem sendo critica por causa da morte de animais

Os ativistas venceram Taylor Swift. A cantora americana de 29 anos cancelou a apresentação que faria em novembro na Copa Melbourne, uma das principais competições hípicas mais famosas da Austrália. Ela optou por não cumprir o compromisso por causa das inúmeras manifestações de sociedades dos direitos dos animais. “Houve uma mudanças na agenda promocional da srta. Swift na Ásia e ela infelizmente não estará em Melbourne na data programada”, avisou a assessoria do evento.

A Copa Melbourne é um dos torneios mais tradicionais da Austrália. Existe desde 1861 e já foi definida como “a corrida que para uma nação”. Mas ultimamente tem havido críticas em relação à maneira que os cavalos têm sido tratados pelos organizadores da copa. Seis animais morreram nos últimos seis anos. No ano passado, o cavalo irlandês Cliffsomother foi sacrificado ainda na pista de corrida ao sofrer uma fratura no ombro. A morte do animal insuflou os defensores dos direitos dos animais, que passaram a atacar a competição nas redes sociais. Quando o show de Taylor foi anunciado, eles clamaram, via Twitter e Faebook, para que ela não apoiasse o evento. “Taylor não pode colocar o dinheiro acima de suas atitudes humanitárias. Tem de amar os cavalos da mesma maneira que ama os gatos”, diz o post no Facebook. A cantora americana, aliás, é uma das estrelas da versão cinematográfica do musical Cats, previsto para estrear mundialmente no mês de dezembro. “Com o sucesso que faz no mundo inteiro, Taylor poderia não somente recusar o convite da Copa Melbourne como também denunciar a crueldade contra os animais.” A nota foi acompanhada por seis mil assinaturas, sendo que uma delas era do senador australiano Mehren Faruqui. Ele posteriormente agradeceu à cantora por ter desistido de se apresentar na Copa Melbourne.