Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

USP quer selecionar alunos usando o Enem

Métodos alternativos de ingresso na universidade estão na pauta de 2015

A Universidade de São Paulo (USP) voltou a discutir a possibilidade de usar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como método de ingresso alternativo na instituição. Em debate entre os dirigentes das unidades e dos museus da USP, realizado na última sexta-feira, o reitor Marco Antonio Zago voltou a defender novos meios de acesso aos cursos de graduação da instituição, atualmente restrito ao vestibular da Fuvest. A medida estará na pauta da instituição já em 2015.

A ideia já vem sendo defendida por Zago desde sua posse como reitor, no início deste ano. Em entrevista ao site de VEJA, o reitor afirmou que deseja selecionar os melhores alunos de todo o Brasil e que o Enem seria uma alternativa viável para alcançar essa meta. Outras maneiras de acesso, como a seleção de alunos por meio de olimpíadas de conhecimento, também serão cogitadas a partir de 2015.

Leia também:

Unesp e Unicamp devem usar R$ 338 mi de recursos próprios para cobrir rombo no orçamento

Fuvest não será mais a única porta de entrada na USP

Enem pode ajudar na seleção de alunos da USP, diz reitor

Na reunião de dirigentes, a reitoria também apresentou uma proposta para repor professores no quadro docente por meio de um acordo com a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), que concederá 40 a 60 bolsas, com duração de três anos, para fomentar a vinda de docentes do exterior para a USP.

A instituição congelou as contratações este ano em função da crise econômica enfrentada pelas três universidades paulistas – USP, Unesp e Unicamp. Ainda na reunião de dirigentes, Zago afirmou que foi solicitado, por intermédio do Conselho de Reitores das Universidades Estaduais Paulistas (Cruesp), o aumento da cota-parte do ICMS às universidades.